Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Quadro de Da Vinci é vendido por US$ 450,3 milhões em NY; recorde

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 16/11/2017 Gustavo Silva
Salvator Mundi – de Leonardo da Vinci: 'Salvator Mundi': quadro de Leonardo da Vinci estabelece recorde de obra de arte mais cara já vendida no mundo © Getty Images 'Salvator Mundi': quadro de Leonardo da Vinci estabelece recorde de obra de arte mais cara já vendida no mundo

Um quadro pintado por Leonardo da Vinci há cinco séculos foi leiloado nesta quarta-feira por 450,3 milhões de dólares (1 bilhão e meio de reais). A venda, efetuada pela casa de leilões Christie’s, em Nova York, coloca a obra Salvator Mundi(Salvador do Mundo, em tradução livre) como a mais cara já comercializada em todos os tempos.

O leilão durou cerca de 20 minutos, período mais longo que o de costume para vendas do tipo. O preço inicial foi de 70 milhões de dólares, mas três minutos depois, a peça já tinha alcançado os US$ 200 milhões. O  valor final ofertado foi de 400 milhões de dólares, sendo os mais de 50 milhões de dólares restantes referentes a taxas e outros encargos. A identidade e a origem do comprador não foram revelados pela casa de leilões.

A peça, única obra do artista italiano mantida em coleções privadas, foi comissionada pelo rei Luis XII da França por volta do ano 1500, e posteriormente fez parte da coleção do Rei Carlos I daInglaterra. Dado como perdido desde o século 18, o quadro reapareceu em um leilão em Londres em 1958, e, considerado uma cópia por especialistas à época, foi arrecadado por apenas 58 libras (250 reais). Em 2005, o trabalho foi vendido novamente por menos de 10 mil dólares, e, eventualmente, acabou nas mãos de um bilionário russo, que o arrecadou oito anos depois por 127,5 milhões de dólares.

O trabalho leiloado, uma leitura de Jesus Cristo em roupas Renascentistas feita por Da Vinci que foi descrita pela  Christie’s como “a maior descoberta do século 21”, supera em muito o antigo recorde de obra de arte mais cara já vendida, de autoria de Pablo Picasso. Em 2015, o quadro do espanholLes Femmes d’Alger foi arrecadado por 179,4 milhões de dólares.

(Com EFE)

Arquivado em: Entretenimento, Mundo

Vídeo: Papa Francisco ganha Lamborghini (Via KameraOne)

A SEGUIR
A SEGUIR

Siga o MSN no Facebook

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon