Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Quando a Páscoa surgiu e por que ela é celebrada? Tire dúvidas sobre perguntas comuns do período

Logotipo do(a) Estadão Estadão 19/04/2019 Redação

É incerto como a tradição migrou para ovos de chocolate © FELIPE RAU/ESTADÃO É incerto como a tradição migrou para ovos de chocolate

Com o feriado da Páscoa surgem diversas perguntas sobre as razões da sua celebração e sua história. O Estado reuniu respostas para as perguntas mais frequentes do período. Confira:

Quando a Páscoa surgiu e por que ela é celebrada?

A Páscoa é considerada a festa maior da fé cristã. Nela se celebra o mistério da ressurreição de Jesus e a vitória da vida sobre a morte, sintetiza o arcebispo coadjutor de Montes Claros (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom João Justino de Medeiros, em texto divulgado pela organização.

O termo Páscoa deriva do hebraico pesah e do aramaico pasha que remetem ao significado de passagem. Povos antigos de cultura agropastoril celebravam a passagem do inverno para a primavera no hemisfério norte. Naquele tempo, era costume que os pastores imolassem um cordeiro primogênito para assar e comemorar a data, explica a CNBB.

Era chamada a festa dos pastores que marcavam as portas de suas tendas com o sangue dos cordeiros, como um gesto de proteção contra o mal. Celebrava-se a renovação da vida depois do longo inverno. Com Jesus Cristo, a Páscoa adquire o sentido da vitória da vida sobre a morte pela ressurreição.

Por que existem pessoas que não comem carne na Sexta-feira Santa?

A Igreja não adota mais o termo proibição para esse costume de abstinência de carne vermelha antes voltado principalmente para a Sexta-feira da Paixão. O jejum remonta à Idade Média, quando pessoas de classes menos abastadas raramente provavam carne. A proteína, então, tornou-se símbolo de gula, pecado capital.

Por que a páscoa também é uma data importante para os judeus?

Judeus e cristãos comemoram à sua maneira a Páscoa. Os judeus se referem à festa pelo seu nome original, de Pessach, que remete à origem hebraica e significa "passagem". No sentido judaico, a Páscoa é a festa que comemora a passagem do povo israelita da escravidão do Egito para a liberação da Terra Prometida.

Por que a Páscoa tem ovo como presente?

O Guia dos Curiosos, do jornalista Marcelo Duarte, lembra que o “ovo é um símbolo da vida, que significa nascimento e ressurreição”. Para antigos povos, ele explica na sua publicação, como romanos, gauleses, chineses e egípcios, representava a forma do universo. “Eles pintavam os ovos, que depois eram reverenciados em festas.”

Os chineses davam ovos decorados nas festas de primavera. Para dar um colorido diferente, eles embrulhavam os ovos em cascas de cebola e os cozinhavam com beterrabas. É incerto como a tradição migrou para ovos de chocolate.

A CNBB critica a associação da Páscoa com os ovos. O comércio, na avaliação do bispo de Lages (SC) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora da CNBB, dom Guilherme Werlang, roubou o sentido original e religioso. Os símbolos da Páscoa comercial – os coelhos e ovos que representam a criação da vida e a fertilidade – não tem nada a ver com Jesus Cristo, reforça.

Páscoa é feriado?

A sexta-feira, 19, é considerada feriado nacional da Paixão de Cristo, segundo o calendário nacional divulgado pelo governo federal.

________________

Vídeo: Aprenda a fazer delicioso ovo de Páscoa de travessa (Dailymotion)

Repetir vídeo

Quer receber as principais notícias do MSN Brasil pelo Facebook Messenger?
Inscreva-se agora.

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon