Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Pelo 6º ano seguido, planos de saúde lideram em reclamações

Logotipo do(a) Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 13/03/2018 Folhapress
Pelo 6º ano seguido, planos de saúde lideram em reclamações: Setor lidera a lista de insatisfação divulgada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor © iStock Setor lidera a lista de insatisfação divulgada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor

Os planos de assistência médica continuam os campeões de reclamações e dúvidas de consumidores no país. Pelo sexto ano consecutivo, o setor lidera a lista de insatisfação divulgada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

Apesar disso, os planos de saúde tiveram queda na parcela de insatisfação, que foi de 28% das queixas ao órgão em 2016, para 23,4% em 2017. A categoria de produtos, por sua vez, vem crescendo no número de reclamações ano a ano cresceu nos últimos anos e foi a 2ª colocada no ranking divulgado nesta segunda (11), com 17,8%. Era a 4ª na lista de 2015 e foi a 3ª em 2016.

+ Prédio desaba, mata criança e deixa soterrados em Salvador

Completam a lista as categorias de serviços financeiros (16,7% de queixas e dúvidas), telecomunicações (15,8%) e a nova categoria, água, energia e gás (7,2%). Serviços que não se enquadrem nas categorias listadas acima são responsáveis por 19,1% do total de 6.583 atendimentos do Idec.

Dentro dos planos de saúde, quase metade das queixas (45%) são sobre reajustes abusivos, queixa que segundo o instituto é mais frequente em planos coletivos, não regulados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Em produtos, as principais reclamações são de mercadorias com defeitos (31%).

Problemas com cartão de crédito respondem por 26% dos contatos feitos na categoria de serviços financeiros. Em telecomunicações, TV por assinatura (30%) e telefonia móvel (29%) têm a maior parcela de insatisfação. Na categoria de água, energia e gás, a principal reclamação é a cobranças de taxas, 56%. Com informações da Folhapress. 

_______

Vídeo: Devo guardar a propaganda após a compra do imóvel? (Via Exame.com)

A SEGUIR
A SEGUIR

Siga o MSN no Facebook

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon