Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Agora são 42 universidades de Portugal que aceitam a nota do Enem

Logotipo do(a) Catraca Livre Catraca Livre 14/11/2019

Depois do convênio entre o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e instituições portuguesas de ensino superior, estudantes brasileiros podem ingressar em universidades de Portugal utilizando a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Universidade de Lisboa é uma das que aceitam brasileiros que fizeram o Enem © Getty Images/iStockphoto Universidade de Lisboa é uma das que aceitam brasileiros que fizeram o Enem

Com as notas em mãos, além de se candidatar para o ProUni, FIES ou SiSU, o aluno poderá também tentar uma vaga em uma das 42 universidades portuguesas participantes, sem necessidade de um novo vestibular.

Isso só foi possível após uma mudança na legislação portuguesa. O Decreto-Lei nº 36, de 10 de março de 2014, regulamentou o estatuto do estudante internacional, permitindo então uma nova forma de ingresso de alunos estrangeiros em instituições públicas no país europeu.

Primeiro, para estudar em Portugal é preciso ter uma nota mínima que varia de 500 a 600 pontos no Enem, com regras estabelecidas por cada instituição. Vale para qualquer curso de graduação, exceto medicina, que, por uma lei local, só admite estudantes selecionados em provas específicas. Os cursos duram de três a cindo anos.

6 coisas que você pode fazer com a sua nota do Enem

Por outro lado, apesar de serem universidades públicas, há cobrança de taxa dos graduandos como forma de coparticipação nos custos do ensino. Tenha em mente que será necessário pagar uma taxa anual de até 7 mil euros (cerca de R$ 24 mil), além de taxas de seleção e matrícula. Procure junto à instituição a possibilidade de concorrer a bolsas ou descontos.

Universidade de Coimbra é outra instituição parceria do Inep Universidade de Coimbra é outra instituição parceria do Inep

Em relação à validação do diploma e o exercício profissional no Brasil, o Inep diz que “estão sujeitos à legislação brasileira aplicável à matéria” e que as instituições portuguesas assumem a responsabilidade pela comunicação oficial aos candidatos admitidos. De qualquer forma, verifique com os órgãos de sua área de interesse ou com o Ministério da Educação (MEC) como funciona esse procedimento.

Você foi admitido! E agora? Qualquer brasileiro tem direito a pedir um visto de estudante pelo período de duração do curso. A autorização é só para universitários. Caso o estudante consiga um emprego no país, é preciso solicitar o visto de trabalho.

O período de candidaturas varia entre as instituições portuguesas. O ano letivo em Portugal geralmente começa em setembro. Confira abaixo as 42 universidades que aceitam o Enem, entre no site de cada uma e verifique o cronograma.

1. Universidade de Coimbra

2. Universidade do Algarve

3. Instituto Politécnico de Leiria

4. Instituto Politécnico de Beja

5. Instituto Politécnico do Porto

6. Instituto Politécnico de Portalegre

7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

8. Instituto Politécnico de Coimbra

9. Universidade de Aveiro

10. Instituto Politécnico de Guarda

11. Universidade de Lisboa

12. Universidade do Porto

13. Universidade da Madeira

14. Instituto Politécnico de Viseu

15. Instituto Politécnico de Santarém

16. Universidade dos Açores

17. Universidade da Beira Interior

18. Universidade do Minho

19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário

20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

21. Instituto Politécnico de Setúbal

22. Instituto Politécnico de Bragança

23. Instituto Politécnico de Castelo Branco

24. Universidade Lusófona do Porto

25. Universidade Portucalense

26. Instituto Universitário da Maia

27. Instituto Politécnico da Maia

28. Universidade Católica Portuguesa

29. Universidade Fernando Pessoa

30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida

31. Instituto Leonardo da Vinci

32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão

33. Universidade Lusíada – Norte

34. Universidade Lusíada

35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

36. Escola Superior Artística do Porto

37. Universidade Europeia

38. Instituto Universitário de Lisboa

39. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa

40. Universidade Autônoma de Lisboa

41. Instituto Politécnico da Lusofonia

42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe

Universidades espanholas

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, destacou que a assinatura do convênio mostra a credibilidade do Inep perante as instituições internacionais e que o objetivo é estender o convênio para outros países. “Iniciamos as tratativas com a Embaixada da Espanha para que as instituições de ensino superior espanholas também aceitem o Enem como prova de acesso”, afirmou.

Veja também: Lugares incríveis para fazer intercâmbio na Europa

Mais de Catraca Livre

image beaconimage beaconimage beacon