Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Principais notícias

Secretária de Educação Básica pede demissão do MEC

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 26/03/2019 Poder360
Ministro Ricardo Vélez Rodríguez e a secretária de Educação Básica, Tânia Leme de Almeida, na cerimônia de apresentação dos secretários do MEC © Reprodução Luis Fortes Ministro Ricardo Vélez Rodríguez e a secretária de Educação Básica, Tânia Leme de Almeida, na cerimônia de apresentação dos secretários do MEC

A secretária de Educação Básica do MEC (Ministério da Educação), Tânia Leme de Almeida, pediu demissão nesta 2ª feira (25.mar.2019) depois de não participar da decisão suspender a avaliação de alfabetização.

A portaria motivo do imbróglio, que determinava que a avaliação de alfabetização voltasse apenas em 2021, foi suspensa na manhã desta 3ª feira (26.mar) no Diário Oficial da União. O nome de Tânia ainda não consta das exonerações publicadas no documento.

O ministério já havia demitido 6 funcionários, o número 2 da pasta, Luiz Antonio Tozi, e a substituta dele, Iolene Lima.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, Tânia já havia pedido demissão semana passada, mas foi convencida a permanecer no MEC pelo ministro Ricardo Velez Rodríguez. Ela estaria sendo criticada pela ala do ministério que é ligada ao escritor Olavo de Carvalho.

Avaliação Básica

O MEC anulou a portaria que previa as novas regras para o Sistema de Avaliação Básica. A decisão foi assinada por Velez Rodríguez.

A secretária de Educação Básica do MEC (Ministério da Educação), Tânia Leme de Almeida, pediu demissão nesta 2ª feira (25.mar.2019) depois de não participar da decisão suspender a avaliação de alfabetização. A portaria motivo do imbróglio, que determinava que a avaliação de alfabetização voltasse apenas em 2021, foi suspensa na manhã desta 3ª feira (26.mar) […] A secretária de Educação Básica do MEC (Ministério da Educação), Tânia Leme de Almeida, pediu demissão nesta 2ª feira (25.mar.2019) depois de não participar da decisão suspender a avaliação de alfabetização. A portaria motivo do imbróglio, que determinava que a avaliação de alfabetização voltasse apenas em 2021, foi suspensa na manhã desta 3ª feira (26.mar) […]

________________

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon