Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Brasileiro é condenado a 13 anos de prisão por tráfico de armas nos EUA

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 20/07/2018 Denise Chrispim Marin
Frederik Barbieri, brasileiro radicado nos Estados Unidos, foi preso no estado americano da Flórida © Reprodução Frederik Barbieri, brasileiro radicado nos Estados Unidos, foi preso no estado americano da Flórida

O brasileiro Frederik Barbieri, de 47 anos, foi condenado a mais 13 anos de prisão por um tribunal federal dos Estados Unidos, nesta quinta-feira (19) por contrabando de mais de 1.000 armas de fogo. Conhecido como “senhor das armas”, ele traficou fuzis de Miami para o Rio de Janeiro dentro de aquecedores de água, segundo o jornal americano Miami Herald.

Ele já fora condenado em maio nos Estados Unidos a 25 anos de prisão por contrabando para um país estrangeiro e por violações às leis sobre licença de exportação de armas.

Barbieri foi preso em sua casa, no Estado americano da Florida, onde foi encontrado um carregamento de fuzis AK-47, G3 e AR-10, usados comumente em guerras. Ao Tribunal Federal em Miami, ele admitiu ter traficado para o Brasil armas de alta potência destinadas à venda no mercado negro para gangues e traficantes nas favelas do Rio de Janeiro.

Um de seus carregamentos havia sido apreendido no aeroporto do Rio de Janeiro no ano passado. O fato chamou a atenção do FBI para a atuação de Barbieri nos Estados Unidos, onde é naturalizado americano. Barbieri, entretanto, cooperou com as investigações sobre contrabando de armas dos Estados Unidos ao Brasil, em especial sobre o caso de um policial brasileiro que o extorquira em 1 milhão de dólares.

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon