Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Principais notícias

Meninos da caverna gravam primeiro vídeo em hospital na Tailândia

Logotipo do(a) Exame.com Exame.com 15/07/2018 Anderson Figo
Menino resgatado de caverna na Tailândia agradece apoio © Reprodução Menino resgatado de caverna na Tailândia agradece apoio

São Paulo — O governo da Tailândia divulgou ontem (14) os primeiros vídeos gravados pelos meninos resgatados de uma caverna inundada no norte do país.

Eles permanecem no hospital, onde o vídeo foi gravado na última sexta-feira (13). O ministério da saúde tailandês disse que os 12 meninos do time de futebol resgatado e seu treinador não têm infecções e devem receber alta nesta semana.

No vídeo, os 13 resgatados agradem o apoio que receberam e os esforços que foram feitos para que eles saíssem da caverna com vida. Eles mencionaram a solidariedade que tem chegado, inclusive, do exterior.

É a primeira mensagem em vídeo dos meninos desde que eles foram resgatados da caverna, na última terça-feira, por uma equipe internacional de mergulhadores que incluía membros da marinha tailandesa.

O menino mais novo, Chanin Vibulrungreung, de 11 anos, disse no vídeo que sua saúde está melhorando e que ele gostaria de agradecer a todos os mergulhadores que o salvaram.

Ele havia escrito uma carta à sua família enquanto estava preso dentro da caverna, dizendo que ele gostaria de comer frango frito. No vídeo, ele comentou que, agora, quer comer sushi.

O treinador, Ekkapol Chantawong, disse que ele já pode comer comidas sólidas normalmente e agradeceu a todos que trabalharam no resgate. Ele foi aclamado pela imprensa internacional por ter conseguido manter os garotos calmos dentro da caverna e ajudá-los a poupar energia.

No geral, todos os meninos resgatados aparecem bem nos vídeos, saudáveis e felizes. Muitos fizeram sinais de paz e amor com as mãos e sorriram.


----------------------

Vídeo: Resgatados de caverna na Tailândia receberão alta na quinta (Via AFP)

Mais de Exame.com

image beaconimage beaconimage beacon