Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

O post de Facebook que liga autor de ataque em Toronto a grupo online de 'celibatários involuntários'

Logotipo do(a) BBC Brasil BBC Brasil 25/04/2018
Alek Minassian: Canadense de 25 anos foi preso logo depois de dirigir uma van em uma calçada movimentada de Toronto © Alek Minassian | Linkedin Canadense de 25 anos foi preso logo depois de dirigir uma van em uma calçada movimentada de Toronto

O homem acusado de matar 10 pessoas em Toronto escreveu no Facebook minutos antes do ataque uma referência a um grupo misógino que se reúne em fóruns de internet e um elogio a Elliot Rodger, que matou seis pessoas a tiros nos Estados Unidos em 2014.

Alek Minassian, de 25 anos, foi acusado na terça-feira por dez homicídios e mais 13 tentativas de assassinato. De acordo com a polícia, ele atingiu pedestres de propósito ao subir num passeio movimentando dirigindo uma van alugada na segunda-feira. Ele foi preso alguns quarteirões depois.

A publicação de Minassian no Facebook, que a empresa confirmou à BBC que é real, dizia: "A rebelião Incel já começou! Vamos derrubar todos os Chads e Stacys! Um viva ao Cavalheiro Supremo Elliot Rodger!".

O post também faz referência ao 4chan, considerado o maior fórum de internet do mundo, de onde saem muitos dos memes que circulam na rede.

O que é 'incel'?

"Incel" é um diminutivo da expressão "celibato involuntário" em inglês, e se refere a grupos online onde homens jovens discutem sua falta de atividade sexual e o fato de não se sentirem atraentes para o sexo oposto - frequentemente culpando as mulheres pelo problema.

A atitude dos homens que visita o fórum varia bastante, mas eles frequentemente expressam raiva contra homens considerados atraentes, que chamam de "Chads" e mulheres, que chamam de "Stacys" (dois nomes populares nos Estados Unidos).

Fóruns incel geralmente contêm mensagens de ódio a mulheres e ao movimento feminista. Em novembro, a rede social Reddit baniu discussões de incels do site por ter conteúdo violento. Na última terça-feira, mais um dos fóruns (ou subreddits) deste grupo foi deletado.

Mas outras seções semelhantes continuam ativas no Reddit, e fóruns sobre outros assuntos recebem discussões sobre este tema.

Os fóruns de incels também costumam incluir - algumas vezes, ironicamente - elogios ao americano Elliot Rodger, que matou seis pessoas e deixou 13 feridas em Isla Vista, na Califórnia, em 2014.

Rodger, que havia deixado um manifesto descrevendo em detalhes sua frustração sexual e seu ódio a mulheres e minorias, cometeu suicídio em seguida.

'Ataque sem sentido'

Minassian compareceu ao tribunal nesta terça-feira para ouvir as acusações. O juiz ordenou que ele não tenha nenhum contato com os sobreviventes e retorne à corte no dia 10 de maio.

O sargento da polícia de Toronto Graham Gibson disse em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira que os mortos e feridos por Minassian eram "predominantemente" mulheres.

A vítima mais nova tinha cerca de 20 anos e a mais velha, cerca de 80. As autoridades ainda não identificaram formalmente nenhuma das vítimas.

A rede de TV CBC, no entanto, afirmou que Anne Marie D'Amico, de 25 anos, morreu após ser atingida pela van. Dorothy Sewell, de 80 anos, também foi identificada como uma das vítimas fatais por seus familiares.

De acordo com a imprensa da Jordânia, o ministro das Relações Exteriores do país confirmou a morte de Munir Abdo Habib al-Najjar, que estava no Canadá para visitar um de seus filhos.

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau disse à imprensa que o incidente foi "um ataque sem sentido e uma tragédia terrível".

Treinamento incompleto

No post de Facebook, Minassian faz referência a si mesmo como "sargento recruta". As Forças Armadas Canadenses confirmaram que ele foi membro por dois meses no final de 2017, mas pediu para ser liberado da corporação depois de 16 dias de treinamento.

Alguns de seus ex-colegas de sala confirmaram que ele frequentou uma escola para estudantes com necessidades especiais em Toronto.

Uma colega disse à agência de notícias Reuters que Minassian parecia ter poucos amigos e era visto frequentemente andando de cabeça baixa e miando como um gato. No entanto, ela disse que nunca testemunhou episódios violentos em que ele estivesse envolvido.

O canadense frequentou a universidade Seneca College em Toronto, onde era considerado "brilhante", de acordo com a rede de TV CBC.

Ele não tinha passagens pela polícia e não era conhecido das autoridades.

O ministro de Segurança Pública do Canadá, Ralphu Goodale, afirmou que "não parece haver conexão (do ataque) com a segurança nacional".

De acordo com funcionários do governo citados pela CBC, Minassian não era associado a nenhum grupo extremista conhecido.

______________________________________________________________________________________________________________

Vídeo: Diálogo histórico entre Coreia do Norte e Coreia do Sul (Via AFP  )

A SEGUIR
A SEGUIR


Siga o MSN no Facebook

Mais de BBC Brasil

image beaconimage beaconimage beacon