Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Porta-voz: não há possibilidade de ‘fricção’ com a Venezuela ‘neste momento’

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 21/02/2019 Poder360

O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse nesta 5ª feira (21.fev.2019) que o governo brasileiro não vê possibilidade “neste momento” de 1 conflito com a Venezuela.

“O intuito do Estado brasileiro por meio de suas Forças Armadas e agências é de acolher os irmãos venezuelanos pro meio das operações humanitárias. O governo brasileiro não identifica neste momento possibilidade de fricções na fronteira”, disse. 

A declaração foi dada em pronunciamento no Palácio do Planalto. 

Apesar de o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ter anunciado o fechamento na fronteira, Rêgo Barros afirmou que serão enviados mantimentos –a ajuda humanitária– ao país vizinho no sábado (23.fev).

De acordo com Rêgo Barros, os mantimentos já estão a caminho de Roraima em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira), que decolou de Porto Alegre (RS) com 22,8 toneladas de leite em pó. A aeronave pararia em Brasília para ser abastecida com 500 kits de primeiros-socorros. 

O porta-voz afirmou que o presidente Jair Bolsonaro reuniu-se nesta 5ª com os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Santos Cruz (Secretaria de Governo) para discutir o tema.

Mais cedo, o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), havia dito que a fronteira já estava fechada desde as 15h30. O porta-voz negou. Em caso de fechamento da fronteira, os mantimentos ficam estocados em Pacaraima e Boa Vista.

“Os mesmos são não-perecíveis, com isso suportam a estocagem por 2 ou 3 meses sem problemas”, afirmou Rêgo Barros.

GENERAL MOURÃO NA COLÔMBIA

Como havia sido anunciado pelo próprio vice-presidente da República, o porta-voz confirmou que Hamilton Mourão representará o Brasil na reunião do Grupo de Lima na Colômbia na próxima 2ª feira (25.fev) para discutir a questão venezuelana.

O general viaja acompanhado do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

Por enquanto, o cuidado brasileiro com os irmãos venezuelanos permanece com a operação acolhida. Fronteira em normalidade e com fluxo normal. Região de Pacaraima com total estado de normalidade também.

Vídeo: Maduro fecha fronteira da Venezuela com o Brasil 

Repetir vídeo
A SEGUIR
1
Cancelar
A SEGUIR
A SEGUIR

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.


Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon