Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Rússia alerta EUA contra intervenção militar na Venezuela

Logotipo do(a) Reuters Reuters 24/01/2019
Protesto de opositores a governo de Nicolás Maduro em Caracas © Reuters/CARLOS GARCIA RAWLINS Protesto de opositores a governo de Nicolás Maduro em Caracas

A Rússia alertou os Estados Unidos nesta quinta-feira a não intervirem militarmente na Venezuela, dizendo que uma medida desse tipo desencadearia um cenário catastrófico, segundo a agência de notícias Interfax.

O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, declarou-se presidente interino do país na quarta-feira, recebendo o apoio de Washington e de muitos países latino-americanos e levando o presidente socialista Nicolás Maduro, que lidera a Venezuela desde 2013, a romper relações diplomáticas com os Estados Unidos.

Segundo a Interfax, o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Ryabkov, disse que Moscou estará ao lado da Venezuela para proteger sua soberania e o princípio da não interferência em seus assuntos internos.

Ryabkov também disse, de acordo com a agência, que Moscou espera que os Estados Unidos e outros países aumentem a pressão sobre Caracas.

(Reportagem de Maria Kiselyova)

_________

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.

Mais de Reuters

image beaconimage beaconimage beacon