Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Imagens mostram entrega de dinheiro a emissários de Temer e Aécio

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 18/05/2017 João Pedroso de Campos
Cenas que provam a entrega de propina aos indicados de Temer e Aécio © O Globo Cenas que provam a entrega de propina aos indicados de Temer e Aécio

O colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, divulgou nesta quinta-feira imagens feitas pela Polícia Federal das entregas de dinheiro do diretor de relações institucionais da JBS, Ricardo Saud, a emissários do presidente Michel Temer e do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

As imagens reveladas pelo jornal mostram o encontro e os deslocamentos do deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor de Temer, ao lado de Saud, em São Paulo, no dia 28 de abril.

Rocha Loures e Batista se encontram no café Il Barista, no shopping Vila Olímpia, e dali seguem ao restaurante Pecorino, no mesmo shopping. O jornal afirma que o deslocamento é uma “estratégia de despiste” do peemedebista.

Depois de meia hora no local, os dois vão ao estacionamento do shopping, onde Ricardo Saud mantinha 500.000 reais alocados dentro de uma mala em seu carro. As imagens mostram o dinheiro dividido em notas de 50 reais dentro da mala. O emissário de Temer, no entanto, não pega a mala e os dois seguem à pizzaria Camelo, nos Jardins, bairro nobre da capital paulista.

Segundo o jornal, este deslocamento também foi feito por sugestão de Rocha Loures, que entra na pizzaria sem a mala e depois sai do local carregando o objeto.

De acordo com O Globo, a Polícia Federal também filmou três entregas de dinheiro a Frederico Pacheco de Medeiros, primo de Aécio Neves que teria sido encarregado de receber 2 milhões de reais pedidos pelo tucano ao empresário Joesley Batista, dono da JBS e delator premiado. “Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho”, teria dito Aécio a Joesley.

Agentes da Polícia Federal deixam propriedade do senador brasileiro Aécio Neves (PSDB) depois de cumprir um mandato de busca e apreensão em Brasília (DF) - 18/05/2017 Residências de Aécio e Adriana Neves são alvos da PF


Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon