Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Consumo impulsiona economia e PIB deve voltar em 2020 ao nível pré-recessão

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 21/11/2019 Poder360
Os saques do FGTS devem incentivar as famílias a consumires neste fim de ano © Reprodução/ Sonae Sierra Brasil Os saques do FGTS devem incentivar as famílias a consumires neste fim de ano

O consumo das famílias é o principal fator para o crescimento econômico no 2º semestre de 2019. É responsável por quase 2/3 do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro.

Se o ritmo for mantido, a expectativa é que o consumo seja o 1º componente para a retomada do crescimento econômico ao nível pré-recessão. Já os investimentos, apesar de se recuperarem, ainda estão longe de chegar ao pico, registado em 2013.

É o que informa reportagem do jornal Folha de S. Paulo divulgada nesta 5ª feira (21.nov.2019).

Entre os motivos para que as famílias consumam mais estão a redução das taxas de juros e a liberação de parte do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Só saques do FGTS, por exemplo, pretendem resultar na liberação de cerca de R$ 28 bilhões na economia neste ano. Para 2020, serão mais R$ 12 bilhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

A economia brasileira também apresentou sinais de retomada nos últimos meses. O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) –considerado pelo mercado uma prévia do PIB– teve alta de 0,44% em setembro na comparação com agosto. O indicador registrou que a economia cresceu 0,91% no 3º trimestre, frente ao trimestre anterior.

Os analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central projetam alta de 2,17% para o PIB em 2020.

Mais de Poder360

image beaconimage beaconimage beacon