Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

“Para conversar com doido, só outro doido”, diz deputado sobre Bolsonaro

Logotipo do(a) Veja São Paulo Veja São Paulo 22/05/2019 Alexandre Orrico
© Reprodução/Veja SP

Deputado federal mais votado da Bahia, com 323 mil votos, o Pastor Sargento Isidório, do Avante, é uma figura polêmica: se diz ex-gay, curado por Deus.

Na noite desta terça-feira (21), Isidório foi ao plenário da Câmara criticar o chamado Decreto de Armas de Jair Bolsonaro, que facilita o porte de armas a civis no Brasil.

Para o deputado, alguém tem que ser um mediador entre o Congresso e o presidente. Para ele, é a Câmara tem criar uma comissão para estabelecer esse diálogo para isso ou mesmo definir um parlamentar para a missão. Dito isto, ele mesmo se voluntariou.

“Pelo perfil dele, me sinto preparado para ir até lá, se for necessário, porque venho da Bahia, sou conhecido como doido. E para conversar com doido, só outro doido.”

Veja o discurso de Isidório:

Repetir vídeo

Depois de muitas críticas, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta (22), várias retificações no chamado Decreto de Armas.

Vídeo: Bolsonaro revisa decreto e proíbe porte de fuzil a civis (AFP)

A SEGUIR
A SEGUIR

Quer receber as principais notícias do MSN Brasil pelo Facebook Messenger?
Inscreva-se agora.


Mais em Veja São Paulo

image beaconimage beaconimage beacon