Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Principais notícias

Bolsonaro deve definir estrutura dos ministérios nesta 5ª feira

Logotipo do(a) Poder360 Poder360 06/12/2018 Poder360
© Sérgio Lima

Baixe o app Microsoft Notícias e fique atualizado sobre as notícias mais importantes para você. Disponível para iOS e Android.

Jair Bolsonaro se reúne na tarde desta 5ª feira (6.dez.2018) para discutir a estrutura dos ministérios em seu governo. A equipe de transição apresentará ao presidente eleito o desenho consolidado das secretarias e órgãos de cada pasta.

A Esplanada de Bolsonaro terá 22 ministérios. Até o momento, já foram nomeados 20 ministros. Faltam ser definidos os nomes que comandarão Meio Ambiente e Direitos Humanos.

Uma das definições que devem ser feitas nesta 5ª feira (6.dez) é o destino institucional da Funai (Fundação Nacional do Índio). Há dúvidas se o órgão ficará submetido à Agricultura, à Justiça ou à Cidadania. A deputada Tereza Cristina, futura ministra da Agricultura de Bolsonaro, disse que será feita na manhã desta 5ª feira uma reunião para decidir o futuro do órgão.

Bolsonaro e os ministros Onyx Lorenzoni e Sérgio Moro deram declarações conflitantes ao longo da semana. Onyx afirmou que a Funai poderia ficar submetida a Ministério da Agricultura. Bolsonaro disse que o órgão deveria ficar sob Cidadania. Já para Moro, o órgão poderia ir para a sua pasta, o super ministério da Justiça.

Bolsonaro passa o dia em Brasília. Pela manhã, recebe congressistas e autoridades na Granja do Torto. Às 10h, se reúne com a equipe de transição no CCBB (Centro Cultural do Banco do Brasil) de Brasília. À tarde, retorna ao Rio, onde passará o fim da semana.

Eis a agenda de Bolsonaro nesta 5ª (6.dez):

  • reúne-se com autoridades e congressistas. Na residência oficial, na Granja do Torto, às 9h;
  • reúne-se com a equipe de transição no CCBB às 10h;
  • embarca para o Rio de Janeiro às 17h.

_______

Vídeo: 'Trabalhadores não perderão direitos', afirma Bolsonaro (Via AFP)

A SEGUIR
A SEGUIR


    Mais de Poder360

    image beaconimage beaconimage beacon