Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

João Doria: “O que mais precisamos no Brasil é Justiça”

Logotipo do(a) IstoÉ IstoÉ 4 dias atrás Da Redação
© Marco Ankosqui

Governador de São Paulo, João Doria foi um dos premiados no evento Brasileiros do Ano, na categoria ‘Gestão pública’, realizado pela Editora Três na noite desta segunda-feira (2), em São Paulo.

“Queria começar homenageando os familiares das nove pessoas que faleceram nessa tragédia em Paraisópolis e também a minha solidariedade aos amigos e familiares como governador de São Paulo. Iremos apurar tudo o que aconteceu para que não haja impunidade. O que mais precisamos no Brasil é Justiça, obediência e é isso que São Paulo faz”, afirmou. “Quero também cumprimentar todos os premiados, do setor público, privado, da classe artística, todos que representam a sociedade civil, todos merecedores”, completou.

Doria imprimiu no seu primeiro ano de gestão em São Paulo o mesmo ritmo que exibiu na sua passagem pela Prefeitura da capital: agilidade, dinamismo, capacidade de articulação empresarial e forte agenda liberal. Mais do que isso, procurou se destacar em pelo menos dois aspectos sociais que são cruciais não apenas a um estado, mas a um País: educação e criação de empregos.

Sua agenda de realizações é acelerada: da inauguração de museus (serão pelo menos dois até o final do mandato) à atração de pesquisa para a indústria farmacêutica, passando pela criação de um polo de ciência e tecnologia. Em busca de recursos para a infraestrutura, esteve este ano na China e proporcionou a abertura de um escritório da InvestSP, agência de promoção de investimentos e exportações do Estado, em Xangai. Vai fazer o mesmo no próximo ano em Dubai.

ISTOÉ o premiou em 2018 como “Brasileiro do Ano em Política”. Em 2019, Doria recebe o prêmio de “Brasileiro do Ano em Gestão Pública”. Sobre a distinção, declarou: “Fico sempre muito honrado com o prêmio recebido nessa categoria, sobretudo vindo de uma revista que eu respeito bastante e aprendi a ter como referência no tempo em que estava no setor privado. Receber um prêmio, agora no setor público, vale ainda mais.”

_________________________________

Vídeo: Protesto marca enterro de vítima de Paraisópolis (AFP)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de IstoÉ

image beaconimage beaconimage beacon