Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Principais notícias

Moro deve ser ouvido na Câmara dia 26 para explicar conversa com Dallagnol

Logotipo do(a) Estadão Estadão 12/06/2019 Ricardo Galhardo e Camila Turtelli
O ministro Sérgio Moro em evento em Brasília. © Gabriela Biló/Estadão O ministro Sérgio Moro em evento em Brasília.

BRASÍLIA – O presidentes das comissões de Direitos Humanos e Minorias; Trabalho, Administração e Serviços Públicos; Fiscalização Financeira e Controle e Constituição e Justiça da Câmara fecharam um acordo para aglutinar em um só os diversos requerimentos que convocavam o ministro da Justiça, Sérgio Moro, a prestar esclarecimentos sobre os diálogos entre ele e o procurador da República Deltan Dallagnol revelados pelo site The Intercept Brasil.

Tudo sobre vazamento de mensagens entre Moro e o MP

Segundo deputados, ficou acertado entre as comissões que Moro vai à Câmara no dia 26, a última quarta-feira antes do início do recesso parlamentar. “O ministro está assombrado com as revelações, e ainda mais com o que poder vir por aí. Ele afinal, deve estar lembrando muito de tudo que fez”, disse o deputado Marcio Jerry (PCdoB-MA), autor de dois requerimentos.

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara aprovou nesta quarta-feira, 12, um convite para ouvir o ministro. O pedido inicial do deputado que apresentou a proposta, Rogério Correia (PT-MG), era de convocação (quando há uma obrigação legal de se comparecer), mas o pedido foi transformado em convite. 

Todos os pedidos pedem que Moro preste esclarecimento sobre o vazamento de supostos diálogos dele quando ainda era juiz da Lava Jato. Na terça, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) do Senado informou que irá receber o ministro no próximo dia 19. Moro deve também comparecer à CCJ da Câmara no dia 26, mas essa data ainda não está fechada.

_____________________________________________________________________

Vídeo: The Intercept: diretor explica a polêmica investigação (AFP)

A SEGUIR
A SEGUIR

Quer receber as principais notícias do MSN Brasil pelo Facebook Messenger?
Inscreva-se agora.

Mais de Estadão

image beaconimage beaconimage beacon