Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

“Fim dos likes” no Instagram reduziu engajamento, diz pesquisa

Logotipo do(a) Canaltech Canaltech 12/11/2019 Felipe Demartini
instagram © kickpages instagram

O pesadelo dos influenciadores, efetivamente, é real. Conforme apontou uma pesquisa feita pela Celebryts, o fim dos likes visíveis na rede social reduziu o nível de engajamento dos usuários com os perfis, levando a uma queda de 11% no total de curtidas e de 13% no número de comentários publicados nas postagens dos seguidos.

De acordo com a startup especializada em marketing de influência, entretanto, um outro resultado inesperado surgiu a partir da mudança implementada pelo Instagram: o total de postagens cresceu pouco mais de 8%, algo que a empresa vê como um fator positivo e que deu mais liberdade de criação de conteúdo para os influenciadores, mesmo com os resultados desse esforço não mais disponíveis publicamente.

Para o fundador da Celebryts, Leandro Bravo, esse crescimento está relacionado à redução da pressão ocasionada pelo ocultamento das curtidas. Segundo ele, quando ninguém além do próprio influenciador tem acesso aos próprios resultados, há maior liberdade de expressão e autonomia para falar de outros assuntos, com apenas o próprio sabendo indicar o que funcionou ou não junto à própria audiência.

Por outro lado, o especialista aponta que um dos resultados esperados originalmente, na época que o Instagram ocultou as curtidas, não veio. Inicialmente, houve crescimento no número de comentários, com a rede social desejando uma maior interação e geração de conteúdo entre seus utilizadores. Mas, no longo prazo, o resultado divulgado em pesquisa publicada pela startup mostrou que houve queda ainda maior nesse tipo no número de comentários publicados, em comparação com os próprios likes.

O sumiço das curtidas mudou o jogo do Instagram, com os usuários, também, se sentindo menos obrigados a curtirem as postagens de seus seguidos e, possivelmente, sendo mais sinceros quanto a gostar ou não de um determinado conteúdo. Para Bravo, porém, ainda é cedo para falar em tendências ou mudanças definitivas nesse tipo de comportamento.

O Instagram anunciou o sumiço das curtidas em julho, primeiro por meio de testes e, depois, de maneira definitiva. Na ocasião, a empresa afirmou que essa era uma maneira de tornar mais sadia a utilização do serviço, sem que seus usuários sintam estar em uma competição e reduzindo a pressão por resultados. Desde então, os utilizadores podem ver as métricas apenas dos próprios perfis.

Entretanto, mesmo tanto tempo depois, a mudança continua valendo apenas para os aplicativos do Instagram no iOS e Android. Eles são, claro, a principal maneira de acesso à plataforma, mas quem utilizar sua interface web ainda tem acesso ao total de curtidas em todas as contas. Números de visualizações de vídeos e o total de comentários nas postagens, por outro lado, continuam aparecendo em todas as versões da rede social.

Fonte: Celebryts

Trending no Canaltech:

Vídeo: Astronautas chineses irão para Marte (Dailymotion)

Repetir vídeo

Mais de Canaltech

image beaconimage beaconimage beacon