Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Médicos cubanos deixam Bolívia

Pelo menos 226 membros da brigada médica na Bolívia embarcaram em um vôo da companhia Cubana de Aviação, neste sábado, de volta ao país. O retorno ocorre um dia depois de o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, denunciar casos de 'assédio e maus-tratos' aos médicos cubanos na Bolívia.
image beaconimage beaconimage beacon