Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Confira 15 dicas para evitar a rinite alérgica

Logotipo de Jetss Jetss | Slide 1 de 15: Rinite alérgica é uma reação que causa coceira nos olhos, nariz e garganta, espirros múltiplos, obstrução nasal (entupimento), coriza e olhos lacrimejantes. Poeira, pólen e alguns alimentos são substâncias que podem causar a alergia.
++ Primavera: Conheça os sintomas da doença do pólen
Além disso, o frio e o tempo seco são um dos maiores inimigos de quem tem rinite alérgica. Isso porque nesta época do ano, por passar muito tempo dentro de casa e em lugares fechados para se abrigar do frio, o alérgico fica em contato com vários alérgenos (substâncias que causam alergias), sendo necessário redobrar os cuidados contra os fungos, ácaros, poeira, pelo, mofo, bolor, entre outros desencadeadores.
Vale ressaltar que a rinite alérgica não é uma infecção, mas um processo inflamatório de hipersensibilidade da mucosa que reveste o nariz. A alergia também não é contagiosa, não causa febre, não compromete o estado geral do paciente e costuma ter duração variável, dependendo da intensidade e frequência de exposição aos alérgenos.
Mesmo não sendo uma alergia considerada grave, a rinite alérgica traz um desconforto muito grande em quem apresenta os sintomas. Pensando nisso, selecionamos 15 dicas para evitar os agentes que causam a alergia e conseguir passar um outono e um inverno sem coceira. Confira na galeria de fotos.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS 

Deixe o ar circular pela casa todos dias. Isso ajuda a eliminar o agente alérgico presente na poeira

Rinite alérgica é uma reação que causa coceira nos olhos, nariz e garganta, espirros múltiplos, obstrução nasal (entupimento), coriza e olhos lacrimejantes. Poeira, pólen e alguns alimentos são substâncias que podem causar a alergia.

++ Primavera: Conheça os sintomas da doença do pólen

Além disso, o frio e o tempo seco são um dos maiores inimigos de quem tem rinite alérgica. Isso porque nesta época do ano, por passar muito tempo dentro de casa e em lugares fechados para se abrigar do frio, o alérgico fica em contato com vários alérgenos (substâncias que causam alergias), sendo necessário redobrar os cuidados contra os fungos, ácaros, poeira, pelo, mofo, bolor, entre outros desencadeadores.

Vale ressaltar que a rinite alérgica não é uma infecção, mas um processo inflamatório de hipersensibilidade da mucosa que reveste o nariz. A alergia também não é contagiosa, não causa febre, não compromete o estado geral do paciente e costuma ter duração variável, dependendo da intensidade e frequência de exposição aos alérgenos.

Mesmo não sendo uma alergia considerada grave, a rinite alérgica traz um desconforto muito grande em quem apresenta os sintomas. Pensando nisso, selecionamos 15 dicas para evitar os agentes que causam a alergia e conseguir passar um outono e um inverno sem coceira. Confira na galeria de fotos.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS 

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.

© Foto: Michael Mroczek/Unsplash

Mais de Jetss

image beaconimage beaconimage beacon