Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Conheça a auto-hipnose, técnica que Meghan Markle quer usar no parto

Logotipo do(a) Lifestyle ao Minuto Lifestyle ao Minuto 08/11/2018 Notícias Ao Minuto
Duquesa contou dificuldades de sua trajetória universitária: Em 1º discurso, Meghan Markle defende educação de mulheres © Getty Images Em 1º discurso, Meghan Markle defende educação de mulheres

Meghan Markle, de 37 anos, está grávida de seu primeiro bebê, fruto do relacionamento com o príncipe Harry. A duquesa de Sussex está de 15 semanas, mas já se prepara para o parto. Na Inglaterra, o parto normal é priorizado, conforme recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda que o país tenha uma taxa de partos normais de 85%.

+ Estudo descobre relação entre sistema imunológico e depressão pós-parto

Na linha dos partos naturais, a técnica de auto-hipnose (hypnobirthing em inglês) surge como uma filosofia, um estado de espírito e uma forma de estar durante o trabalho de parto e parto, a fim de facilitar o processo, para que ele ocorra da forma mais natural possível, sem sofrimento. A hipnoterapia procura liberar a parturiente dos medos referentes ao desconhecido e permite que o corpo libere os hormônios necessários para que o nascimento ocorra. Com a ajuda da auto-hipnose, o bebê pode vir ao mundo de uma forma mais tranquila, calma e relaxada, diminuindo a necessidade de intervenções desnecessárias e priorizando o bem-estar materno e fetal. "Ao dar à luz com técnicas de Hypnobirthing, uma mãe não está em transe ou a dormir, está num estado de relaxamento profundo acordado, consciente, e totalmente em controle", explica Carin Pires, portuguesa mãe de três meninos e autora do site Hypnobirthing Portugal.

A técnica constitui no uso da respiração correta durante o trabalho de parto, a fim de oxigenar o corpo e bebê, acalmar e ajudar no trabalho de parto. A consciência corporal e a confiança sobre a capacidade de parir também são trabalhadas durante as sessões, para que a mãe entenda o processo pelo qual ela e bebê irão passar e, assim, compreender os mecanismos que compõem o parto. Vale ressaltar que, apesar de a hipnoterapia ser associada aos partos domiciliares, ela pode ser praticada em qualquer local que a mulher decida dar a luz.

Mais de Lifestyle ao Minuto

Lifestyle ao Minuto
Lifestyle ao Minuto
image beaconimage beaconimage beacon