Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Estes 5 hábitos podem acrescentar até 14 anos à sua vida

Logotipo do(a) Exame.com Exame.com 12/07/2018 Daniela Barbosa
ThinkstockPhotos-624886000 © Thinkstock ThinkstockPhotos-624886000

São Paulo – A expectativa de vida do brasileiro é de 75 anos e 8 meses, segundo o último dado divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Embora tenha crescido nos últimos anos, a média é menor na comparação com a de países como Japão, Suíça e Itália.

Os avanços da medicina, campanhas de vacinação em massa e até o incentivo à amamentação são fatores que contribuem para uma vida mais longa. Recentemente, uma pesquisa publicada no jornal American Heart Association concluiu que alguns hábitos simples também podem aumentar a expectativa de vida das pessoas.

Segundo o estudo, comandado por pesquisadores da Harvard TH Chan School of Public Health, um estilo de vida adequado pode acrescentar até 14 anos à vida das mulheres e 12 anos e 2 meses à dos homens.

De acordo com Frank Hu, um dos responsáveis pela pesquisa, seguir hábitos saudáveis melhora a longevidade da população, mas muitas pessoas ainda relutam a aderir um estilo de vida adequado. “Por isso, é fundamental, por meio de políticas públicas, incentivar e conscientizar a população”.

Os especialistas listaram 5 hábitos que podem aumentar a expectativa de vida das pessoas. Confira a seguir:

Não fume

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o cigarro é uma das principais causas evitáveis de mortes. No século XX, cerca de 100 milhões de pessoas morreram por conta de complicações provocadas pelo tabaco. Atualmente, o hábito de fumar é responsável por 12% da mortalidade de adultos no mundo. Os dados são alarmantes e tendem a piorar: até 2030, 8 milhões pessoas devem morrer anualmente por conta do cigarro.

Mantenha uma alimentação saudável

O que você come também pode influenciar na sua expectativa de vida. Estudos sugerem, por exemplo, que escolhas mais coerentes e saudáveis de alimentos diminuem riscos de doenças fatais, como problemas cardiovasculares, diabetes e até a obesidade.

Pratique exercícios regularmente

Praticar atividade física regularmente também contribui para uma vida mais saudável e longa. Recentemente, a Harvard Medical School listou as melhores atividades físicas que todas as pessoas – independente da faixa etária – podem e devem fazer para melhorar a saúde e consequentemente diminuir os riscos de algumas doenças. Natação, caminhada e musculação estão entre os exercícios listados.

Mantenha o peso corporal saudável

Nos últimos anos, o número de mortes por obesidade triplicou no Brasil. No mundo, a obesidade é a segunda principal causa de morte e atinge cerca de 40% da população adulta, segundo dados da OMS.

Consuma moderadamente bebidas alcoólicas

A ciência já provou que a ingestão de álcool pode danificar o DNA e consequentemente aumentar o risco de câncer. Para o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o consumo de bebidas alcoólicas é sim um fator de risco para a doença. Ainda segundo o INCA, o câncer é a segunda maior causa de morte de pessoas entre 15 a 29 anos no Brasil, perdendo apenas para “causas externas”, que envolvem óbitos por acidentes e violência.

--------------------

Vídeo: Por que o vegetarianismo cresce no Brasil? (Via TV Cultura)

A SEGUIR
A SEGUIR

Mais de Exame.com

image beaconimage beaconimage beacon