Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Ex-BBB descobre tumor incomum para idade: escape no meio do ciclo é principal sintoma

Logotipo do(a) Bolsa de Mulher Bolsa de Mulher 15/05/2017 Giovanna Mazzeo

ex bbb turno no utero 0517 400x800 © Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA ex bbb turno no utero 0517 400x800

A ex-BBB Ana Carolina Madeira, de 33 anos, acaba de revelar que descobriu um tumor no endométrio (mucosa que recobre a face interna do útero). Segundo a famosa, o quadro é raro para pessoas da sua idade, já que costuma acometer mulheres na menopausa. Entenda a seguir do que se trata esta condição e quais riscos apresenta.

Ex-BBB está com tumor no útero 

Como ela ainda não sabe se o tumor é benigno ou maligno, não é possível afirmar se Ana Carolina está com câncer de endométrio ou não. A ex-BBB passará por uma cirurgia endoscópica dentro de algumas semanas para retirada do pólipo, que passará por biópsia.

“Vão retirar esse tumor e, de repente, 'arrumar' o meu útero, porque eu tenho uma má-formação. Semana que vem vou fazer novos exames para diagnosticar certinho”, comentou em uma postagem sobre os próximos passos em busca do diagnóstico.

Pode ser câncer de endométrio?

De acordo Daniela de Freitas, oncologista do Hospital Sírio Libanês e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o câncer de endométrio costuma acometer mulheres na 3ª idade e é extremamente raro antes da menopausa.

“O mais comum na faixa etária dela é o câncer de colo de útero, que, às vezes, pode ser mais interno e profundo e ser confundido com o de endométrio. Antes da menopausa, o câncer de endométrio representa menos de 5% dos casos”, explica Daniela.

Diagnóstico preciso 

Boa filha a casa torna.. REDETV!! Matando a saudades❤️🙏🏻#SaoPaulo #Redetv #Tv #blonde #Make & #hair @johnnylazz

Uma publicação compartilhada por Ana Madeira (@anacarolinamadeira) em

Segundo a oncologista, apenas a histeroscopia, que é uma inspeção endoscópica no interior do útero, é capaz de apontar se o tumor está no colo do útero ou no endométrio.

“Este procedimento é fundamental porque o final do colo se cruza com o começo do endométrio, então não dá para saber com certeza a localização do tumor sem fazer a histeroscopia”, explica Daniela.

Além de permitir observar a localização exata do tumor, neste procedimento cirúrgico também é retirada uma amostra dele para que a biópsia seja feita.

Sintomas de tumores 

calcinha sangue menstruacao 216 400x800 © Fornecido por Batanga Media Difusão pela Internet LTDA calcinha sangue menstruacao 216 400x800

Mesmo quando o tumor é benigno, a mulher pode ter sangramento entre ciclos (causado ou não pela penetração no sexo), perceber um aumento no fluxo da menstruação e sentir cólicas, mesmos sintomas do câncer de colo de útero.

“O sangramento vaginal é o principal sintoma de tumor. Por isso que todo sangramento anormal precisa ser investigado”, explica a oncologista. 

Há riscos?

Caso a biópsia indique um câncer, é necessária uma nova cirurgia para a retirada completa do tumor. Em casos que não são iniciais, quimioterapia e radioterapia também podem ser necessários. 

Se for benigno, a mulher só precisa fazer um acompanhamento com seu médico para avaliar um possível crescimento do tumor. "Durante a biópsia, já tentamos retirar todo o tumor. Se não for possível e ele for benigno, é só acompanhar, porque pode acontecer de o tumor se tornar maligno", explica Daniela. 

O tumor benigno não causa prejuízo na saúde da mulher e, em muitos casos, acaba sendo eliminado pelo próprio corpo.

Câncer ginecológico

 

Mãe de atriz descobre câncer após ter sintoma incomum na menopausa

Pílulapode despencar suas chances de ter um tipo de câncer

Fique atenta aos sintomas de 5 tipos de câncer ginecológico


Mais de Bolsa de Mulher

image beaconimage beaconimage beacon