Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Mãe nada em água gelada para curar a depressão

Billie Oliver, 66, de Bristol, Reino Unido, começou a nadar em águas abertas depois que a filha, Wendy, morreu. A senhora diz que as temperaturas baixas lhe ajudam a lidar com a dor, mas, devido à quarentena, ela improvisou para seguir se exercitando.
image beaconimage beaconimage beacon