Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Sensibilidade ao formol dos esmaltes pode causar dor nas unhas

Logotipo do(a) Minha Vida Minha Vida 11/10/2018 Dra. Tatiana Gabbi
© Fornecido por Minha Vida

Dores nas unhas são geralmente acompanhadas de alguma alteração no formato da mesma: elas podem estar encravadas, em telha, entre outras condições. A seguir, analisaremos as possíveis causas das unhas doloridas:

Unhas que doem quando estão sem esmalte

Não é raro, no consultório, atender pacientes que se queixam de dor quando estão sem o esmalte. Uma das causas possíveis pode ser a sensibilidade ao formaldeído (formol). O formol é uma substância presente em alguns esmaltes e bases fortalecedoras e ele tem a propriedade de penetrar a placa ungueal e pode atingir a pele que fica por baixo, modificando a sua estrutura e causando dor. Muitas vezes, as pacientes nem sabem que tiveram contato com esmaltes contendo formol, uma vez que muitas manicures usam essas bases sem comunicar às clientes, por acreditarem que estão contribuindo para o fortalecimento de suas unhas.

Nesses casos, o mais indicado é suspender o uso de esmaltes normais (que podem conter formol) e somente utilizar aqueles que são livres dessa substância, os chamados esmaltes 5F ou 5 free.

Se esse sintoma aparecer após o uso de esmaltação em gel ou de unhas artificiais, isso pode acontecer por conta do lixamento excessivo para a fixação dessas substâncias. Quando lixamos em excesso, a unha se torna muito fina e não é mais capaz de proteger o leito das agressões do ambiente. Também é possível que o ato de lixar possa ter comprometido e machucado essa pele delicada, que se tornou mais sensível.

Nesse caso, recomendo suspender o lixamento e aguardar o crescimento da unha. Algumas vitaminas podem auxiliar nisso, aumentando a velocidade de crescimento da unha e também a sua espessura.

Unhas doloridas independentemente da esmaltação e sem defeito aparente

Algumas pessoas se queixam de apresentarem uma unha que, de repente, fica extremamente dolorosa e, depois, essa dor desaparece totalmente, como se fosse um surto, em um único dedo. Ela também pode ser deflagrada ao tocar o ponto exato de maior dor. Esse tipo de problema, inclusive, tende a ser mais frequente quando a temperatura sofre grandes mudanças - mas pode indicar tumor glômico, uma lesão benigna que afeta em geral um único dedo e deve ser operada por um especialista.

O médico vai remover o tumor e os sintomas vão desaparecer depois da cirurgia. Caso a dor volte, pode ser necessária uma nova operação que, em geral, é rápida, simples e feita sem a necessidade de internação.

Traumas

Os hematomas subungueais nem sempre ocorrem por traumas óbvios como fechar o dedo em uma porta ou gaveta ou derrubar algo em cima da unha. Você pode desenvolver um hematoma ao descolar a unha, por exemplo, após tentar colocar uma chave em um chaveiro. O movimento necessário implica em uma forma de força que se chama cisalhamento e quer dizer apenas isso: você separou estruturas com força! Esse tipo de trauma dói e demora para se manifestar e, portanto, a pessoa pode se esquecer do ocorrido e ficar muito preocupada a partir do surgimento da dor e do hematoma na unha.

Outras causas

Outra causa de dor é a infecção por Pseudomonas, uma bactéria que deixa a unha esverdeada. Algumas lesões malignas do aparelho ungueal também podem se manifestar com dor. Portanto, caso você apresente algum desses sintomas, especialmente associado à dor, aconselho que procure um especialista para poder ser avaliado e tratado da forma correta. Espero ter ajudado!

Mais de Minha Vida

image beaconimage beaconimage beacon