Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Tatá Werneck revela ter doença que causa dor intensa e incapacitante: “Sofro muito”

Logotipo do(a) Vix Vix 16/04/2018 Bruna Alencar
tata werneck 0418 400x800 © João Cotta/Tv Globo tata werneck 0418 400x800

A atriz e comediante Tatá Werneck revelou sofrer de uma doença que afeta milhares de mulheres e causa dores incapacitantes, podendo até mesmo levar a desmaios: a endometriose.

Por serem comumente associados às cólicas menstruais comuns, os fortes incômodos muitas vezes são ignorados pelas pacientes, que sofrem sem saber que a doença pode (e deve) ser tratada.

Tatá sofre de endometriose: doença é comum

Em entrevista à revista Glamour, a atriz revelou que tem a doença e, por isso, sente muitas cólicas. "Sofro muito", disse.

A doença citada pela atriz é bastante comum. De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose (SBE), mais de 6 milhões de brasileiras sofrem com o problema. Os fatores que acarretam o mal ainda são desconhecidos, mas acredita-se que há ligação com a genética.

endometriose utero 0117 400x800 © Lightspring/Shutterstock endometriose utero 0117 400x800

O que é?

A doença é caracterizada pela presença do endométrio - camada que reveste a região interna do útero - em outras partes do corpo, como a cavidade abdominal, os ovários e o intestino. É o endométrio que se desfaz todos os meses e é expelido em forma da menstruação, caso a mulher não esteja grávida.

Se não tratada, a condição pode causar quadros de dores intensas que impactam a vida íntima, social e profissional da mulher, além de infertilidade.

Além do fator genético, acredita-se que outras possíveis causas da doença sejam o transporte de células endometriais pelo sistema linfático, doenças imunitárias e acúmulo de tecido em cicatrizes.

Sintomas

colica menstrual intensa 0318 400x800 © Marjan Apostolovic/Shutterstock colica menstrual intensa 0318 400x800

Cólicas frequentes e muito intensas durante a menstruação

Dores abdominais, independente de estar no período menstrual

Dificuldade para engravidar

Intestino preso, solto ou dor para evacuar durante a menstruação

Dores durante a relação sexual

Desconforto/sangramento ao urinar na época da menstruação

Tratamento

pilula anticoncepcional gravidez 217 400x800 © areeya_ann/istock pilula anticoncepcional gravidez 217 400x800

A doença não possui cura, mas há tratamento que, se seguido adequadamente, permite que a mulher mantenha um estilo de vida normal.

O problema pode ser controlado por remédios e meios cirúrgicos, a depender da gravidade e grau de desenvolvimento do quadro.

Diagnósticos mais simples podem ser controlados com o uso de anti-inflamatórios e analgésicos que ajudam a controlar os incômodos sintomas. Pílulas anticoncepcionais e até mesmo o Dispositivo Intra-Uterino (DIU) podem ser usados como um meio de regular - ou mesmo evitar - o ciclo menstrual, grande causador de dores nas mulheres que sofrem com o problema.

Em casos mais extremos, os diversos focos de endometriose podem ser retirados por meio de um procedimento cirúrgico feito por um médico habilitado.

Mais sobre endometriose:

13 fatos sobre o seu endométrio que você deveria saber para sua saúde

Descubra quando suspeitar: infecção urinária pode ser sinal de endometriose

Tenho a doença: jovem conta como descobriu a endometriose


Siga o MSN no Facebook

Mais de Vix

image beaconimage beaconimage beacon