Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Alguns mitos e verdades sobre a prática de exercícios físicos

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
Photo: Alguns mitos e verdades sobre a prática de exercícios físicos © cristovao31 - Fotolia.com Alguns mitos e verdades sobre a prática de exercícios físicos

Alguns mitos e verdades sobre a prática de exercícios físicos

Por mais que o assunto pareça ter virado clichê, sempre restam aquelas perguntas que persistem na nossa mente quando se fala em atividade física. Muitos mitos, algumas verdades, mas, um fato ninguém pode negar, ela é essencial para se alcançar qualidade de vida. Seja para a estética ou para a saúde, a prática de atividade física é fundamental.

No caso das mulheres a maior preocupação é com os indesejáveis pneuzinhos. Será que é possível eliminarmos de vez esse mal? A resposta é: sim! Porém, será necessário ter paciência. A dica é optar pelos exercícios aeróbicos, que têm baixa intensidade e longa duração. Eles aceleram o funcionamento do corpo inteiro, que, para obter energia, consome a gordura que está sobrando.

Quando o assunto são os abdominais, a dica é que eles sejam feitos paralelamente a esses exercícios aeróbicos, pois esse tipo de exercício fortalece os músculos que estão debaixo da camada de gordura, mas não a eliminam ? a barriga continua do mesmo tamanho, só que mais dura.

E, apesar de muitos ignorarem a importância de uma dieta balanceada para quem leva uma vida ativa,eis aqui uma informação que pode fazer toda a diferença: O consumo de cálcio ajuda a evitar as cãibras. Esse nutriente está presente no leite e em seus derivados.

Por incrível que pareça, até a TPM (tensão pré menstrual) pode ser minimizada pela prática de exercícios físicos. Quando nos exercitamos o organismo libera a endorfina, substância responsável pela sensação de bem estar, e produz a serotonina, substância capaz de tirar ou diminuir a dor.

E um último aviso. Essa história de que tal hora é melhor do que outra para malhar é, também, um mito. Cabe a você ver qual o momento do dia em que você pode se exercitar e, se tiver um horário flexível, adaptar a atividade àquele período do dia em que você se sente mais disposto. Isso vai variar de acordo com o relógio biológico de cada um.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon