Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Anabolizantes trazem risco ao coração

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
© motorlka - Fotolia.com

Anabolizantes trazem risco ao coração

 

A conquista do corpo ideal pode se transformar em uma verdadeira tortura para pessoas que não conseguem manter a cabeça no lugar e não têm paciência para esperar o corpo responder aos estímulos dos exercícios praticados. Tudo isso porque elas veem nos anabolizantes um caminho mais curto para obter os músculos e as curvas tão desejadas e acabam ignorando todos os seus perigos e malefícios.

O que muitos não sabem é que esta "brincadeira" é séria e pode causar dependência psicológica e até um ataque cardíaco fulminante. Na opinião do cardiologista Paulo Celso Moreira, presidente da Regional de Marília da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP) dentro de uma hierarquia saudável, não há milagres.

"O ideal é a pessoa fazer musculação e ter uma dieta adequada. Para que haja crescimento muscular, proteínas e carboidratos associados à alimentação oferecem maiores resultados dos treinos, mas isso sempre deve ser feito sob orientação competente e sem exageros", diz Dr. Moreira.

De acordo com Dr. Nabil Ghorayeb, especialista em Cardiologia e Medicina do Esporte e responsável pela Seção de Cardiologia do Esporte do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e do Hospital do Coração (HCor), o aparelho cardiovascular é uma das principais vítimas do uso indiscriminado destas substâncias.

"Além de hipertensão arterial, ocorre um aumento das gorduras LDL (colesterol ruim) e diminuição importante do HDL (colesterol bom), que chega a cair até níveis de 14 mg% (o normal é acima de 40 mg%). Os muitos infartos do miocárdio em usuários de anabolizantes têm ocorrido devido a isso", destaca Nabil.

Aquela velha história de que os anabolizantes acarretam o crescimento exagerado e anormal do coração é, sim, verdade. "No nosso serviço registramos seis levantadores de peso, usuários de anabolizantes, que tiveram complicações circulatórias antes dos 30 anos. A garotada não tem idéia do risco que está correndo comprando anabolizantes de forma ilícita. Muitos deles são de uso veterinário, tomados literalmente em doses cavalares", diz Dr. Nabil.

E quando a gente pensa que os riscos acabaram... Outros efeitos do uso de anabolizantes é a atrofia dos testículos, dos ovários e alto risco de câncer de fígado. De acordo com Nabil: "Todo crescimento acelerado de musculatura deve ser investigado. O problema não é virtual, pode causar graves doenças crônicas e até impotência", conclui.

 

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon