Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Arteterapia pode auxiliar na luta contra a obesidade

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
© womue - Fotolia.com

Arteterapia pode auxiliar na luta contra a obesidade

A obesidade é um grave problema que está se tornando cada vez mais comum em nosso país. Segundo a última pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 40% da população adulta brasileira está acima do peso, ou seja, com o seu índice de massa corpórea acima do normal.

Que existem muitos tratamentos médicos para a obesidade, isso, todo mundo já sabe. Porém, o que muitos desconhecem é a importância de um acompanhamento psicológico para uma pessoa que está enfrentado essa difícil situação. 

"Se já sabemos do valor de uma boa alimentação acompanhada de exercícios físicos regulares, por que os números publicados pelo IBGE são crescentes? Por que temos dificuldades de iniciar um tratamento, procurar um nutricionista e começar uma dieta saudável e equilibrada? Por que deixamos para nos matricular em uma academia na próxima segunda-feira? A saúde psíquica deve ser tão valorizada e "exercitada" quanto a saúde física", diz a Psicóloga Mariana Plaisant.

A aceitação da doença é, de fato, a maior dificuldade dos pacientes. A mudança de hábitos, desde os mais simples, até os mais raros, é primordial no combate à obesidade. "O ganho e acúmulo de peso são normalmente causados pela cultura do consumo de produtos industrializados e pelo excesso de sedentarismo. A psicoterapia possibilita o encontro de novos caminhos, para que possamos enfrentar, minimizar e dissolver os obstáculos emocionais que nos desvirtuam para uma escolha errada, a qual sabemos que nos prejudica fisicamente", diz a Psicóloga.

E para aqueles que não gostam de fazer terapia, por não se sentirem bem conversando com um "estranho", uma modalidade não convencional de tratamento pode ser uma ótima opção. A Dra. Mariana é especialista em Arteterapia, e explica como ela atua nessa longa e árdua batalha: "Na terapia normal, o processo se dá através da interação verbal. Já a Arteterapia trabalha com o fazer artístico. A comunicação, na maioria das vezes, é não verbal. O nosso instrumento é a construção artística", diz Plaisant.

Músicas, desenhos com materiais e bases variadas, colagem, desenvolvimento de artesanato e personagens, jogos, trabalhos corporais, tudo isso faz parte da Arteterapia. "O objetivo de qualquer acompanhamento terapêutico é o esvaziamento, não só de gordura corporal acumulada, mas sim, da "gordura emocional" reprimida. A Arteterapia é apenas mais uma possibilidade de ajuda no combate à obesidade", conclui a Psicóloga.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon