Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Atividades físicas são essenciais no controle do colesterol

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
Photo: Atividades físicas são essenciais no controle do colesterol © Warren Goldswain - Fotolia.com Atividades físicas são essenciais no controle do colesterol

Atividades físicas são essenciais no controle do colesterol

Já está mais do que comprovada a eficácia da pratica de atividade física no controle de diversas doenças, dentre elas, o colesterol. Aliados a uma dieta balanceada, os exercícios físicos devem integrar um estilo de vida mais ativo e duradouro para garantir a saúde cardiovascular.

Os efeitos da prática de atividade física são bem conhecidos: elevam os níveis do colesterol de alta densidade, considerado bom para o organismo, ao mesmo tempo em que são reduzidos os níveis das triglicérides e do colesterol de baixa densidade, responsável pelo entupimento das artérias.

"Além de incentivar a prática de atividade física, nós precisamos estimular a adoção de um estilo de vida mais saudável e menos sedentário" explica a Dra. Janise Lana Leite, Médica da Academia Estação do Exercício, de São Paulo, especializada em musculação para idosos e grupos especiais.

Apesar das constatações médicas, a grande maioria da população alega falta de tempo ou de condições adequadas para realizar atividades físicas. "Se a pessoa não gosta ou não consegue praticar atividades aeróbicas, como caminhar, correr, nadar ou andar de bicicleta, ela pode praticar musculação em academias. Hoje sabemos que a musculação também é responsável por reduzir os níveis do colesterol LDL, um fato que já se sabia a respeito do treinamento aeróbico", afirma a médica geriatra.

Realizar um mínimo de 30 minutos de atividade física por dia, pelo menos três vezes por semana, já é o começo de um estilo de vida mais ativo. "Naturalmente, há pessoas que necessitam de supervisão profissional para tais práticas, como idosos, obesos e outros grupos especiais. Para eles, nada melhor do que procurar locais como as academias especializadas, em que cada caso é acompanhado por médicos, professores de educação física, nutricionistas e fisioterapeutas", diz a Dra. Janise.

Ela alerta que toda atividade física mais intensa deve ser supervisionada por um profissional qualificado, a fim de garantir a segurança cardiovascular do aluno e evitar danos às articulações e músculos.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon