Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Clareamento em casa ou no consultório?

16/08/2014 Por Redação

Na opção em casa, uma concentração mais baixa do produto é aplicada por mais tempo - Shutterstock

As manchas e o amarelamento dos dentes podem ser resolvidos com o clareamento dental, prática simples feita em consultório ou em casa. O tratamento é uma questão exclusivamente estética, afirma o cirurgião dentista e consultor científico da Associação Brasileira de Odontologia, Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes. Realizá-lo em casa, com as moldeiras, ou no consultório são processos diferentes e cada um conta com suas vantagens.

O clareamento praticado em consultório parte primeiro de uma limpeza completa da boca do paciente, removendo tártaros e placas. Após essa etapa, um produto com fluor e, às vezes, dessensibilizantes, de alta concentração - que pode ser superior a 25% - é aplicado por um curto tempo sobre o dente. Quando o tratamento ocorre em casa, com supervisão profissional, o processo é diferente: o produto químico utilizado tem concentração inferior, mas fica exposto por mais tempo. São mais ou menos quatro horas por dia usando moldeiras por um período que varia entre dez e 15 dias.

Moraes ressalta que é fundamental uma boa escovação antes do clareamento para que não se crie uma barreira para a ação do produto. Às vezes, até mesmo uma limpeza dental profissional já dá o resultado que o paciente espera e nem é preciso o tratamento.

“Alguns estudos científicos alegam que o clareamento com moldeiras tem um potencial de fixação a longo prazo maior”, diz o consultor. No entanto, ele entende que o tratamento profissional melhorou tanto, com o auxílio de luzes de led e lasers, que o resultado é quase igual.

É importante ter em mente que qualquer tipo de clareamento só funcionará se produtos que mancham os dentes, como café, chá, cigarro e vinho tinto, forem deixados de lado. Por isso, é fundamental a disciplina no tratamento supervisionado.

O mesmo conselho vale para quem usa o creme dental branqueador. É preciso uma prática de higiene diária e a suspensão do consumo abusivo dessas substâncias corantes. “Não adianta usar o creme e fumar. O tratamento é potencializado de acordo com a disciplina”, diz Moraes. Prestar atenção aos espaços entre os dentes é outra dica importante: é ali que se localizam as bactérias que amarelam os dentes. Para isso basta usar o fio dental ou a escova interdental, alerta o especialista.

image beaconimage beaconimage beacon