Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Colesterol: um inimigo silencioso

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
Photo: Colesterol: um inimigo silencioso © Tyler Olson - Fotolia.com Colesterol: um inimigo silencioso

Colesterol: um inimigo silencioso

Certamente, ou você sofre ou conhece alguém que sofra para manter em um bom nível a sua taxa de colesterol. Este inimigo silencioso está se tornando cada vez mais comum e já atinge pessoas de diferentes idades em todo o mundo. O maior problema é que este descontrole pode levar a outras doenças, muito mais sérias e perigosas.

"O colesterol elevado é a principal causa de doenças cardiovasculares que, por sua vez, lideram o ranking de mortalidade no Brasil e no mundo. Como exemplo, podemos destacar o acidente vascular cerebral, popularmente conhecido como derrame", explica o cardiologista Renault Ribeiro Júnior.

Ao lado da hipertensão arterial, o colesterol alto é um perigoso fator de risco. Sem sintomas, o primeiro sinal de que o nível está elevado muito vezes é o infarto. "É preciso saber que o aumento das taxas de colesterol está ligado ao estilo de vida, especialmente o observado nos centros urbanos. Indivíduos sedentários, obesos, tabagistas e aqueles que não adotam uma alimentação balanceada estão na linha de risco. Cabe destacar que há também doenças que ocasionam a elevação, como diabetes, alcoolismo, problemas renais e da tireóide", explica o cardiologista.

Engana-se quem vê o colesterol apenas como vilão. Na verdade, trata-se de uma gordura muito importante para o funcionamento do organismo. Há dois tipos de colesterol: o LDL, chamado de colesterol ruim - responsável pela formação de placas que com o tempo obstruem as artérias, e o HDL- que protege o organismo. Para evitar surpresas desagradáveis, a melhor saída é fazer exames de sangue regularmente.

E como a prevenção é sempre a melhor opção, o médico dá as dicas para quem quer manter o seu colesterol no nível adequado: "De uma forma simples, é preciso evitar o consumo exagerado de ovos, carnes e leites gordurosos, além dos alimentos industrializados com grande quantidade de gordura trans", afirma ele.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon