Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Confira dicas para limpar o seu aparelho ortodôntico

16/08/2014 Por Redação

É recomendado ir ao dentista para remover placas que se acumulam ao redor do bracket - Shutterstock

Aparelho ortodôntico não deve ser sinônimo de sujeira. Quem usa deve realizar uma escovação pacienciosa e atenta, com creme e fio dentais, além de escovas auxiliares. O uso de enxaguantes bucais é indicado, mas antes é aconselhada uma consulta com especialistas. É recomendado que o paciente vá ao dentista fazer a remoção das placas bacterianas que se acumulam ao redor do bracket.

Segundo a consultora científica da Associação Brasileira de Odontologia, Luciana Arcas, o objetivo da escovação não deve ser apenas "o cumprimento mecânico e automático de um procedimento que proporcione hálito fresco e remoção superficial de resíduos alimentares, mas sim a remoção consciente de todo resíduo aderido aos dentes, aparelhos e sulcos gengivais". Ela dura um pouco mais do que a escovação de pessoas que não usam aparelho. “Essa higienização realizada pelo paciente dura, em média, 10 minutos”, diz.

A escovação da região que contém os brackets deve ser realizada com escova de cerdas regulares e cabeça pequena, na horizontal, segundo a recomendação dos especialistas. De acordo com a consultora, estudos mostram que, quando se realiza corretamente a higienização, não há diferença entre a limpeza proporcionada pela escova ortodôntica - que possui uma canaleta central para acomodação dos brackets - e as escovas convencionais.

A escova deve ser posicionada sobre os brackets paralelamente aos dentes e angulada em 45 graus - na diagonal -, em relação à superfície dentária, executando movimentos de vai e vem. “O mesmo procedimento deve ser realizado com a escova apoiada abaixo dos brackets”, explica. Para complementar a escovação, pode ser utilizada a escova interdental. “Ela tem um tufo só e deve ser passada nos quatro lados do bracket”, explica o presidente da Associação Brasileira de Ortodontia, Ricardo Cruz.

A consultora lembra que o fio dental tem o objetivo de limpar superfícies dentárias e não somente os “vãos” dos dentes. “Por isso, durante a higienização, deve-se ter o cuidado de '“abraçar'” a lateral dos dentes e adentrar com o fio, sem machucar, na região que chamamos de gengiva livre”, aconselha. A gengiva livre está próxima do dente, mas não aderida a ele.

Cáries

No caso da higiene bucal inadequada, podem surgir cáries, problemas gengivais e até ósseos. Um dos problemas que frequentemente ocorre, segundo a consultora, é a hiperplasia gengival ou aumento volumétrico da gengiva. “Esta passa a ter coloração vermelha intensa, aspecto liso, brilhante e sangra facilmente”, explica. O quadro pode ser revertido com a melhora dos hábitos de higiene. “Em casos severos, a remoção cirúrgica de excesso gengival pode ser indicada”, diz.

image beaconimage beaconimage beacon