Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Efeito sanfona pode deixar saúde vulnerável, dizem estudos

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
© Africa Studio - Fotolia.com

Efeito sanfona: os problemas de viver engordando e emagrecendo

Quem nunca fez uma dieta super rigorosa em uma semana e na outra comeu tudo o que via pela frente só porque estava com uns quilinhos a menos? Pois é, esta é a causa do famoso "efeito sanfona", em que pessoas vivem aquele constante "emagrece e engorda". O que muitos não sabem é que isto pode ser extremamente prejudicial à saúde e, é claro, ao corpo. 

"O efeito sanfona é a perda e ganho repetidos de peso. Alguns estudos comprovam que as pessoas que ficam variando as sua medidas são mais vulneráveis a algumas doenças. O que se sabe é que o efeito psicológico pode ser negativo, desestimulando o indivíduo a continuar a dieta", explica a nutricionista Lílian Assis, do Rio de Janeiro.

Apesar de parecer clichê, muita gente ainda não quer acreditar que para emagrecer é preciso comer bem, ou seja, fazer uma reeducação alimentar, onde você consegue nutrir o seu corpo com todos os nutrientes necessários, sem exagerar nas calorias e na gordura. 

"Geralmente as pessoas fazem uso de dietas da moda (proteína, sopa, lua...). Perdem peso rapidamente e depois passam por períodos sem restrição alguma. Isto não é reeducação alimentar! E só a escolha dos alimentos corretos é que pode fazer com que o peso perdido não seja recuperado. Além disso, estas variações podem levar à uma alteração do metabolismo, influenciando o armazenamento de energia", destaca ela.

Contudo, Lílian alerta: "Cuidado para não confundir o efeito sanfona com a variação normal de peso ao longo do dia. Dependendo da temperatura e do esvaziamento do seu intestino, por exemplo, a variação de peso pode chegar a dois quilos!".

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon