Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Exercícios físicos no combate ao reumatismo

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
Photo: Exercícios físicos no combate ao reumatismo © Robert Kneschke ? Fotolia.com Exercícios físicos no combate ao reumatismo

Esqueça as velhas receitas para tratar dores nas costas, nas juntas, nos joelhos... Nada de anti-inflamatórios e repouso absoluto. Quanto menos você se mexe, mais aumentam a dor e a rigidez nas articulações. Os exercícios físicos são tão importantes quanto a medicação apropriada e devem, obrigatoriamente, fazer parte do tratamento dos pacientes reumáticos.

De acordo com o reumatologista Sérgio Bontempi Lanzotti, dor, rigidez, fadiga e o medo de piorar podem fazer com que o paciente reaja contra o exercício. No entanto, hoje, a maioria dos estudos revela que a atividade física moderada e com acompanhamento apropriado pode reduzir as dores musculares e melhorar os movimentos dos pacientes que sofrem de doenças reumáticas.

“O exercício físico é uma peça chave no tratamento dos pacientes reumáticos, pois o sedentarismo agrava muito o quadro dessas doenças. A prática de atividades físicas - além de proporcionar prazer e relaxamento - contribui para o emagrecimento, reduz a dor e a rigidez nas articulações e aumenta a flexibilidade, a força muscular, a saúde do coração e a resistência”, diz Sérgio Lanzotti.

Um dos grandes benefícios da atividade física é o estímulo à produção de endorfinas, que aumenta a sensação de bem-estar. “As endorfinas também funcionam como analgésico, proporcionando alívio da dor no organismo. A produção de endorfinas é fator muito importante para os pacientes reumáticos que apresentam propensão a desenvolver quadros de depressão e ansiedade”, explica o médico.

Quem tem fibromialgia, por exemplo, nem sempre consegue manter uma rotina de atividades devido ao cansaço, às dores e à dificuldade de se deslocar até uma academia ou um parque. Mas, o que muitos não sabem é que podem aliviar os sintomas da doença com exercícios físicos. Segundo uma pesquisa das Universidades de Johns Hopkins e de Michigan, nos Estados Unidos, 30 minutos de atividades cotidianas, como subir escadas ou limpar a casa também podem contribuir para a diminuição das dores.

Os exercícios mais recomendados para os pacientes reumáticos são do tipo aeróbico ou dinâmico, como caminhar, correr, nadar e andar de bicicleta. No entanto, essa prática deve ser supervisionada por um profissional e não deve ser iniciada antes da avaliação do médico.

Exercícios físicos no combate ao reumatismo

O especialista esclarece ainda que aqueles pacientes que participam de programas de exercício regulares melhoram sua condição aeróbica, aumentam a força muscular, a resistência e a flexibilidade, facilitando tarefas do dia a dia, como se abaixar e cuidar dos afazeres domésticos. Há três tipos principais de exercícios indicados: alongamento, condicionamento muscular e condicionamento aeróbico, cada qual com um papel na melhora da saúde, reduzindo a incapacidade e a dor relacionada à patologia.

Seguir uma dieta balanceada também se faz necessário para que os pacientes consigam manter a energia ao realizar a atividade física. Os que têm sobrepeso também precisam de acompanhamento dietético e fisioterápico. “Muitas vezes, perder alguns quilos, significa aliviar a carga exercida sobre uma articulação, o que diminui a chance de piorar a lesão já existente e melhora a qualidade de vida como um todo”, diz o médico.

Segundo estudo da Universidade de Grenoble, na França, a prática regular de exercícios representa uma melhoria na função física, menos dor nas juntas e melhor qualidade de vida. Então, o que você está esperando? Deixe o medo de lado e exercite-se!

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon