Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Infarto é a principal causa de morte entre mulheres na menopausa

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
Photo: Infarto é a principal causa de morte entre mulheres na menopausa © Syda Productions - Fotolia.com Infarto é a principal causa de morte entre mulheres na menopausa

Infarto é a principal causa de morte entre mulheres na menopausa

Mulheres na menopausa estão mais suscetíveis a ter problemas cardíacos como o infarto. De acordo com estudos, esses problemas são, ainda, a principal causa da mortalidade entre as mulheres na faixa dos 50 anos. Estatísticas revelam que o infarto ocorre duas a três vezes mais após a menopausa.

De acordo com o cardiologista Fernando Abrão Adura, do Hospital e Maternidade Beneficência Portuguesa, de Santo André, São Paulo, é sabido que quanto mais jovem a mulher entra na menopausa, maiores os riscos de desenvolver as doenças cardiovasculares. Ainda segundo o especialista, acredita-se que a doença ocorra em decorrência da perda da proteção do estrógeno, hormônio produzido durante a vida fértil da mulher. "A parada de produção do estrógeno pelo ovário provoca alterações no perfil do colesterol, levando ao aumento do colesterol ruim (LDL) e dos triglicérides", explica o médico.

Após a menopausa, é preciso que as mulheres não deixem de fazer as avaliações periódicas e exames preventivos para que qualquer problema seja diagnosticado e tratado rapidamente.

O infarto é provocado por placas de colesterol que se formam na parede das artérias coronárias obstruindo-as e impedindo que o músculo do coração receba oxigênio e nutrientes. Esta doença crônico-degenerativa que obstrui as veias e leva ao infarto é chamada de aterosclerose e tem como fatores de risco para o seu desenvolvimento o tabagismo, hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto, obesidade, sedentarismo e fatores hereditários.

Os principais sintomas do infarto são fortes dores no peito, irradiadas para o braço esquerdo, acompanhadas por náuseas, vômitos e sudorese. As mulheres podem apresentar sintomas atípicos, como falta de ar e dores no estômago, o que dificulta o diagnóstico. Aos sentir alguns destes sintomas, é fundamental procurar imediatamente um médico.

"O primeiro sintoma da obstrução de uma coronária pode ser logo um infarto, cuja mortalidade é de quase 50%, por isso a importância da prevenção, com foco especial nos indivíduos assintomáticos, que possuam os fatores de risco", alerta o Cardiologista.

O médico explica que através da realização de exames como o teste ergométrico, muitas pessoas tem o diagnóstico precoce, permitindo o tratamento antes que sofreram um infarto.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon