Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Não ignore uma pintinha na pele, pode ser melanoma!

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
© Alexander Raths - Fotolia.com

Não ignore uma pintinha na pele, pode ser melanoma!

Não se pode negar que, atualmente, o câncer é uma das doenças mais temidas por todos. Dentre os tipos mais comuns, o melanoma merece destaque. Segundo uma pesquisa realizada no país, o tipo mais agressivo de câncer de pele aumenta em 7% todos os anos. É bastante incidente em pessoas de 30 a 60 anos de idade e, ligeiramente, mais freqüente nos homens e na raça branca.

"A prevenção e o diagnóstico precoce são essenciais para a cura desta doença, que tem incidência cada vez maior em todo o mundo", alerta o Dermatologista Cesar Cuono, especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Na maioria das vezes, a doença aparece em forma de pequenas "pintas pretas" que surgem pelo corpo do paciente. Por isso, é de extrema importância que todos façam freqüentemente um auto-exame. "É um erro comum a pessoa ignorar o aparecimento de pintas na pele e retardar os cuidados. O que muitos não sabem é que quanto mais cedo se diagnosticar, mais sucesso o tratamento terá", alerta Dr. Cuono.

Porém, quando a pessoa tem a pele escura, sempre é mais difícil detectar essas manchas. "Num país onde a maioria dos indivíduos é descendente de negros, a preocupação com o crescimento da doença assusta e os cuidados devem ser intensos", ressalta ele, destacando que o mais indicado é que todas as pessoas procurem um dermatologista pelo menos uma vez por ano, mesmo que não tenham notado nenhuma alteração em sua pele.

Saiba mais sobre esta doença:

Fatores de Risco:

- Exposição excessiva ao Sol;

- Pele clara;

- Genética (caso na família);

Prevenção:
- Uso de filtro solar fator de proteção de 15 ou mais, diariamente. Até mesmo em dias frios;

- Quando for à praia, uso de chapéu, óculos escuros e guarda-sol;

- Evitar o Sol entre 10h e 16h;

Sintomas:

- Lesões pigmentadas pelo corpo;

- Em alguns casos, essas lesões podem causar coceira e descamação;

Tratamento:

- Na maioria das vezes, a cirurgia é a única solução;

- Radioterapia e quimioterapia dependendo do estágio.

Aprenda a fazer o auto-exame:

O que procurar?

- Manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram;

- Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor;

- Feridas que não cicatrizam em 4 semanas;

Como fazer?

1) Em frente a um espelho, com os braços levantados, examine seu corpo de frente, de costas e dos lados direito e esquerdo;

2) Dobre os cotovelos e observe cuidadosamente as mãos, antebraços, braços e axilas;

3) Examine as partes da frente, de trás e dos lados das pernas além da região genital;

4) Sentado, examine atentamente a planta e o peito dos pés, assim como entre os dedos;

5) Com o auxílio de um espelho de mão e de uma escova ou secador, examine o couro cabeludo, pescoço e orelhas;

6) Finalmente, ainda com auxílio do espelho de mão, examine as costas e as nádegas.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon