Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Razões para comer maçã

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
© Foto: AP Photo/John Flesher

Maça ajuda a emagrecer e a prevenir doenças

© imagemtudo - Fotolia.com

Quem nunca comeu uma maçã? Esta fruta faz parte daquele grupo de alimentos que está sempre na nossa lista de supermercado sem que mesmo saibamos as razões. Toda fruteira conta com a presença de uma maçã. E para que você entenda melhor esta relação, confira alguns benefícios que ela traz à nossa saúde!

Maça emagrece

Um componente da casca de uma maçã, onde também se concentra a maior parta das fibras, o chamado ácido ursólico, está relacionado a um risco menor de obesidade, segundo um recente estudo feito com ratos. Isso porque ele aumenta a queima de calorias e o desenvolvimento de músculos e massa magra.

Pode combater câncer

Em 2004, uma pesquisa francesa, divulgada no WebMD, descobriu que uma substância da maçã é capaz de ajudar na prevenção ao câncer de cólon. Um novo estudo, realizado em Cornell, EUA, em 2007, encontrou compostos adicionais, chamados triterpenóides, que parecem lutar contra o câncer de cólon, fígado e mama.

Diminui o risco de diabetes

Um estudo publicado em 2012 no American Journal of Clinical Nutrition descobriu que as maçãs, bem como peras e amoras, estavam ligadas a um risco menor de desenvolver diabetes tipo 2 por causa de uma classe de antioxidantes, antocianinas, que são também responsáveis ??para pela coloração frutas e vegetais.
 

Conheça razões para comer maçã

Diminui o colesterol

Uma maçã média possui aproximadamente quatro gramas de fibra. Uma parte disso está na forma de pectina, um tipo de fibra solúvel que tem sido associada à redução dos níveis do colesterol ruim.

Combate resfriados

Embora não chegue a ser tão eficiente quanto a laranja, a maçã é considerada uma boa fonte de vitamina C, que fortalece o sistema imunológico. Uma fruta média possui cerca de oito miligramas dessa substância, o que equivale a cerca de 14 % da ingestão diária recomendada.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon