Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Umedecer a lente com saliva ou água é erro comum

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
© Foto: Rex Features

Confira os cinco maiores erros quando se trata das lentes de contato segundo o especialista.

© Foto: Fotolia

Apesar de muitas pessoas já estarem adaptadas ao uso dos óculos e terem transformado esta peça em um acessório que faz toda a diferença para o visual, existem aquelas que preferem abolir o seu uso e partir para as lentes de contato. Porém, para ser adepto às lentes é preciso ter muitos cuidados.

"São muitos os usuários que negligenciam os cuidados com as lentes de contato, podendo pôr em risco a saúde dos olhos", destaca o oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo.

Confira os cinco maiores erros quando se trata das lentes de contato segundo o especialista:

1. Enxaguar as lentes com água corrente. "A água de grandes capitais, como são Paulo, é uma das mais bem tratadas do mundo. Mesmo assim, é um erro quando o paciente lava suas lentes com água de torneira ou do chuveiro, achando que não faz mal. Embora tratada, a água potável não é estéril nem livre de microrganismos que podem atingir a córnea e causar uma infecção."

2. Umedecer a lente com saliva ou água comum. "Às vezes, a pessoa sente-se incomodada com as lentes de contato e, na ausência de material de higiene apropriado, toma iniciativa de reposicionar a lente, umedecendo-a com saliva ou água comum. Apesar de considerar uma "emergência", novamente, é uma péssima ideia. Quando o paciente passa saliva na lente é como se a estivesse mergulhando numa banheira de bactérias. Nesses casos, ou a pessoa usa soro fisiológico, ou recorre às lágrimas artificiais para limpar os olhos e as lentes numa emergência. Em último caso, é preferível jogar fora a lente a recorrer a esse tipo de solução caseira."

3. Reaproveitar solução de limpeza. "Por mais que haja toda uma tendência à reciclagem e ao reuso de materiais, esse não é o caso. Quando o paciente resolve usar mais de uma vez a solução de limpeza das lentes de contato, está procurando problemas. Outra vez, é como se estivesse mergulhando suas lentes numa banheira de bactérias antes de colocar nos olhos novamente. Basta um arranhão microscópico na córnea para essas bactérias promoverem uma infecção que pode resultar até mesmo na perda da visão."

Quando o paciente passa saliva na lente é como se a estivesse mergulhando numa banheira de bactérias.

4. Usar a mesma caixa de lentes de contato por muito tempo. "Se você não tem paciência para limpar e armazenar lentes de contato e caixinhas do modo mais seguro e higiênico possível, melhor considerar lentes descartáveis, óculos ou cirurgia ocular. As caixas que guardam as lentes de contato devem ser trocadas entre três e quatro vezes ao ano. Isso porque ela não está livre de contaminação ao longo do uso."

5. Tampar a caixinha das lentes quando ainda está úmida. "É comum encontrar usuários de lentes de contato que lavam as caixinhas com solução apropriada, mas não permitem que elas sequem completamente antes de tampá-las. É preferível comprar uma caixa nova, livre de contaminação, a recorrer a soluções caseiras como colocar na máquina de lavar louça ou ferver dentro de uma panela."

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon