Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Verruga: uma questão que vai além da estética

Logotipo do(a) Sua Dieta Sua Dieta 17/07/2014 Sua Dieta
Photo: Verruga: uma questão que vai além da estética © Fly_dragonfly - Fotolia.com Verruga: uma questão que vai além da estética

Verruga: uma questão que vai além da estética

Só quem tem ou já teve verruga sabe o quanto ela pode atrapalhar o visual, não apenas por uma questão de vaidade, mas, principalmente, pela autoconfiança. Mas, será que o procedimento cirúrgico é o único que pode resolver este problema?   A resposta é simples e animadora! Nem todos sabem que grande parte delas desaparecem espontaneamente. É o que afirma a dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos (SP), Márcia Grieco.

A especialista fala ainda sobre as origens do incômodo e revela que as crianças e os adolescentes estão no grupo de risco.   Causadas pelo vírus HPV (Papilomavírus Humano), que penetra em pequenas fissuras da pele como machucados, arranhões e área de trauma (barba e depilação nas pernas, entre outras), as verrugas são lesões de pele de aspecto protuberante e superfície áspera. "Elas se apresentam com pontos mais escuros e podem aparecer isoladas ou agrupadas." A forma e o tamanho podem variar de acordo com o tipo de vírus na infecção.  

"Muitas vezes, nossa própria imunidade acaba por eliminá-las", analisa a especialista. Em outros casos, a situação pode ser resolvida com o uso local de medicamentos específicos que removem as lesões. "É comum a intervenção com o uso de ácidos (cauterização química), aplicação de nitrogênio líquido ou eletrocauterização, realizadas por um dermatologista." Há ainda situações em que são usados laser e cirurgia convencional.   Em relação ao grupo mais suscetível, a dermatologista alerta para crianças e adolescentes que tenham o hábito de roer unhas ou tirar peles ao redor das cutículas e pessoas com imunidade comprometida.

A contaminação ocorre por contato direto com pessoas e objetos infectados. "Logo, a importância de materiais descartáveis ou esterilizados em autoclave na hora da manicure, por exemplo.", reforça a doutora.

Mais de Sua Dieta

image beaconimage beaconimage beacon