Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

‘BBB19’: Leifert anuncia saída de Vanderson por ‘problemas pessoais’

Logotipo do(a) VEJA.com VEJA.com 24/01/2019 Redação
Vanderson Brito no 'BBB19' © Reprodução Vanderson Brito no 'BBB19'

Tiago Leifert anunciou na noite desta terça-feira, 23, a eliminação de Vanderson do Big Brother Brasil 19. Ao público, de forma muito rápida, o apresentador afirmou que o participante teve “problemas pessoais” e contato com notícias do mundo exterior. Leifert esclareceu que os outros participantes foram comunicados durante o dia. “Vida que segue”, disse o apresentador em pronunciamento na hora do almoço.

Vanderson foi eliminado do reality show da Globo após ser intimado pela delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá (Deam), no Rio de Janeiro, a prestar depoimento em um inquérito aberto contra ele em Rio Branco, no Acre. O biólogo foi acusado de estupro, lesão corporal no âmbito da violência doméstica e importunação ofensiva ao pudor.

De acordo com a delegada Juliana de Angelis Carvalho, titular da Deam de Rio Branco, as denúncias foram feitas por três mulheres diferentes. A acusação de violência doméstica foi registrada em abril de 2018, e a de estupro e importunação ofensiva ao pudor em 2016. As três mulheres já foram ouvidas.

A eliminação de Vanderson do programa não se deu por causa da investigação, mas sim porque ele teve que deixar a casa para depor. “A saída de um candidato da casa resulta na sua desclassificação do BBB19“, disse Central Globo de Comunicação depois da eliminação do participante.

No decorrer da edição de 2016 do programa, um participante, Laércio de Moura, foi acusado de ter abusado, em 2012, de uma menina de 13 anos. Ele, porém, não chegou a ser intimado a depor enquanto ainda estava na casa, e acabou sendo eliminado como qualquer outro competidor do reality, depois de perder um paredão. Laércio foi preso pouco depois de deixar a casa, e condenado a uma pena de doze anos por estupro de vulnerável.

Situação diversa aconteceu em 2017, quando Marcos Harter foi expulso do BBB por uma agressão que havia acontecido dentro da casa do programa, a Emilly Araújo, sua então namorada. A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu inquérito e foi até a casa do reality para ouvir a participante. Depois disso, a Globo anunciou a eliminação de Harter.

Em 2012, Daniel Echaniz foi expulso após acusação de ter estuprado Monique Amin. A modelo chegou a dar depoimento no confessionário do programa afirmando que nada tinha acontecido, e o processo na Justiça não foi levado adiante.

Veja as notícias mais importantes do dia no seu celular com o app Microsoft Notícias. Disponível para iOS e Android. Baixe agora.

Mais de Veja.com

image beaconimage beaconimage beacon