Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Nascer do sol em uma canoa havaiana em Noronha

Logotipo do(a) RoadTrio RoadTrio 11/08/2017 Tati Sisti

Mahalo! Um dos passeios mais inusitados em Fernando de Noronha já entrou para a nossa listinha de favoritos. Afinal, assistir ao nascer do sol da ilha na tranquilidade de uma canoa havaiana é para poucos. Entre tantas atrações no mar, reservamos uma manhã para fazer canoagem com a Noronha Canoe Clube, e foi uma experiência incrível.

LEIA MAIS

Fernando de Noronha: veja o guia completo da ilha

Pousada Solar dos Ventos: linda vista em Noronha

Passeio de catamarã em Fernando de Noronha

Praia de Noronha é eleita a mais bonita do mundo

Fizemos o passeio com a Canoe Clube Noronha e superou nossas expectativas. Acordamos às 4h30 da manhã e fomos para a Praia do Porto – ou Porto Santo Antônio -, onde o Marcão, da Noronha Canoe Clube. Ainda estava bem escuro e podemos dizer que deu até pra sentir um pouquinho de frio com aquela brisa da madrugada. Mas nada que superasse nossa ansiedade de cair no mar.

© RoadTrio

Equipe RoadTrio durante o treinamento, antes do nascer do sol (Foto: RoadTrio)

A praia estava deserta, o céu ainda com algumas estrelas, chegou até cair uma leve garoa, mas ela logo foi embora e deu espaço aos primeiros raios de sol que tentavam escapar entre uma nuvem e outra.

| Treinamento

Às 5h15 começamos os preparativos. Os 40 minutos iniciais foram de preparação e treino: primeiro na areia e, em seguida, na parte rasa do mar. Sim, é preciso um pouco de treino para entender as coordenadas e a sincronia da remada durante o passeio, mas nada que você tenha que se preocupar.

Quem senta na frente é responsável por dar o ritmo e frequência de remada aos participantes seguintes. O passeio é guiado o tempo todo, sem necessidade de experiência anterior, assim como não é necessário saber nadar (mas se você souber, melhor).

A canoa leva de 1 até 4 pessoas, então toda nossa equipe foi junta, além do Marcão, nosso guia e “leme”, responsável por direcionar nossa canoa, dar as coordenadas e, claro, dar aquela ajudinha quando nossos braços estavam cansados. Ah, vale lembra também que quem senta na frente é responsável por dar o ritmo e frequência de remada aos participantes seguintes.

© RoadTrio

O passeio sai da Praia do Porto e pode ter duração de 1, 2 ou 3 horas (Foto: RoadTrio)

A navegação da canoa havaiana é muito fácil devido a sua forma e estabilizador lateral. Essa parte lateral, inclusive, é considerada a parte feminina da embarcação, enquanto a área onde ficamos acomodados é considerada a área masculina. Segundo a lenda havaiana, é proibido pular a área feminina, assim como “obrigatoriamente” a canoa deve ser posicionada com a frente direcionada para o mar, quando estiver na areia.

| O passeio

© RoadTrio

É possível fazer um passeio de 1, 2 ou 3 horas e ele varia conforme o tempo, sendo personalizado e adaptado às condições dos participantes e do clima.

Nós escolhemos o passeio do nascer do sol, quando a probabilidade de ver golfinhos é maior, e não nos arrependemos. Botamos a canoa na água por volta das 6h e seguimos rumo ao início do nosso roteiro: Ilha São José, Ilha Cuscuz e Ilha de Fora, onde é possível ver o canal que junta o Mar de Dentro com o Mar de Fora de Fernando de Noronha; Capela de São Pedro dos Pescadores, onde muitos casamentos famosos acontecem; e a Ponta do Air France, região histórica, onde se instalaram os franceses na década de 20, para prestar apoio à aviação.

© RoadTrio

Durante o passeio, fomos presenteados com um arco-íris (Foto: RoadTrio)

Ficamos parados por alguns minutos escutando o silêncio da natureza e admirando o nascer do sol ali entre as ilhas. Mesmo que tímido, ele estava lá, fazendo com que o céu mudasse de cor a cada segundo com tons rosa, vermelho, laranja e azul, combinado com o belo arco-íris que apareceu para nos deixar ainda mais encantados.

Depois dessa incrível experiência, que poucos aproveitam em Noronha, partimos rumo ao Mar de Dentro, em direção ao Forte dos Remédios. No caminho, paramos ao lado do famoso Rugido do Leão, um rochedo onde o barulho causado pelo choque das águas com as pedras parece ao rugido de um leão. Segundo o Marcão, ele estava bem tímido naquela manhã, pois o barulho não era tão alto. Mas foi interessante.

© RoadTrio

Rochedo que reúne o Rugido do Leão, a Caverna do Capitão Kid e a Lasca da Veia (Foto: RoadTrio)

De lá, partimos para a próxima parada passando em frente da Praia do Cachorro, da Praia do Meio e, enfim, chegamos na Praia da Conceição, onde atracamos a canoa e partimos para um mergulho de snorkel de 40 minutos pertinho do Morro de Fora. Cair na água logo cedo foi revigorante. Apesar de estarmos longe das areias da praia, pudemos ver a ilha despertando, o movimento das pessoas em terra firme, os pássaros aparecendo e a gente ali, vendo de perto a vida marinha com peixes coloridos e arraias.

Nadamos perto de uma combinação rochosa que além de reunir uma vida marinha colorida no fundo do mar, tem uma famosa pedra que parece um Moai, cfamosas estátuas gigantescas de pedra espalhadas pela Ilha de Páscoa, no Chile.

© RoadTrio

Pausa para mergulho em frente a Praia da Conceição (Foto: RoadTrio)

Depois, subimos na canoa e começamos o nosso caminho de volta, passando mais uma vez pelo Rugido do Leão. E foi ali que vivemos outra experiência inusitada, que quase nenhum turista tem na ilha. Ao lado está localizada a Caverna do Capitão Kid. Segundo o Marcão, apenas os moradores da ilha conhecem o lugar. Nenhuma outra empresa explora essa caverna.

Na realidade, nem a Noronha Canoe Clube tem essa parada em seu roteiro, mas como não demos sorte de ver os golfinhos, o Marcão nos presenteou com essa surpresa. Caso você goste da ideia, converse com o Marcão para ele adaptar o seu itinerário, mas saiba que isso impactará de alguma forma no percurso, pois o tempo de duração será o mesmo.

© RoadTrio

Piscina natural na Caverna do Capitão Kid (Foto: RoadTrio)

Mais uma vez pulamos da canoa e nadamos cerca de 10 metros até o rochedo e lá começou nossa saga para entrar na caverna. Para isso, é preciso fazer uma pequena escalaminhada nas pedras, passar por uma área com um “teto” baixo e chegar até duas piscininhas naturais. Depois, subimos algumas outras pedras e chegamos dentro da caverna. A visita valeu o passeio! Não ficamos muito tempo lá dentro, pois a maré estava subindo, mas deu para aproveitar cada segundo.

O lugar é lindo. Dali também é possível admirar a Lasca da Veia, mais um rochedo com um corte particular e mil interpretações. Hora de nadar de volta para a canoa e partir rumo ao nosso ponto de partida.

Infelizmente, chegou a hora de nadar de volta para a canoa e voltar ao nosso ponto de partida, a Praia do Porto. Já eram quase 11h da manhã, quando remávamos numa sincronia invejável depois de tanto treino e começávamos a nos despedir daquela manhã incrível e inesquecível em Fernando de Noronha.

© RoadTrio

Famosa pedra que lembra um Moais, estátua da Ilha de Páscoa, no Chile (Foto: RoadTrio)

Em alguns passeios, é possível fazer uma pausa na região dos naufrágios na Praia do Porto. Mas como já tínhamos extrapolado nosso horário e também já havíamos feito snorkel naquela região, voltamos para a areia.

| Preços

Qualquer um dos passeios inclui colete salva vidas e a partir do passeio de 2 horas é possível fazer mergulho com snorkel em pontos estratégicos, como naufrágios do Porto, Morro de Fora ou Biboca. Os equipamentos de mergulho não estão incluídos. O passeio de 1 hora custa R$ 70 por pessoa; 2 horas custa R$ 130 por pessoa; 3 horas custa R$ 180 por pessoa. Em caso de mar agitado no dia e impossibilidade de reagendamento, o reembolso é integral.

© RoadTrio

Vista privilegiada do Rugido do Leão (Foto: RoadTrio)

| Quer mais dicas do que fazer em Noronha?

A Flamboyant Noronha é uma consultoria de passeios que não cobra nada do cliente por isso. O principal objetivo é mostrar a diferença de todas as empresas da ilha, assim como todas as opções de atividades, passeios, aluguéis e trilhas. Além disso, eles analisam as condições oceânicas e climáticas para que seja possível agendar as melhores atividades nos melhores dias.

O Luis Felipe Buelta, da Flamboyant, nos indicou esse passeio tão diferente e novo com a Noronha Canoe Clube, assim como nos ajudou a encontrar o melhor passeio de barco com a Trovão dos Mares. A Flamboyant fica localizada no restaurante com o mesmo nome, no centro da ilha.

Site: www.flamboyantinfo.com.br

Facebook: Flamboyant Info Noronha

Instagram: @flamboyant_info_noronha

Serviço

Noronha Canoe Clube 

Site: www.noronhacanoeclube.com.br

Facebook: Noronha Canoe Clube

Instagram: @noronhacanoeclube

Telefone /  WhatsApp: (81) 98351-5083

E-mail: noronhacanoeclube@gmail.com

**O RoadTrio viajou para Fernando de Noronha com a parceria de Noronha Passeios, Pousada Solar dos Ventos, Pousada EcoCharme, Restaurante Mergulhão, Bar do Meio, Pousada Triboju, Pousada Zé Maria, Águas Claras, Noronha Canoe Clube, Trovão dos Mares e Flamboyant Info Noronha.

Este recurso não tem suporte na versão do seu navegador. Recomendamos atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer para usá-lo.

Mais de RoadTrio

image beaconimage beaconimage beacon