Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.

Uma caminhada gostosa para fazer entre Arraial d’Ajuda e Trancoso

Logotipo do(a) Viagem e Turismo Viagem e Turismo 17/02/2017 fernandomilkleite

Sempre que visito Arraial d’Ajuda tem uma coisa que eu não abro mão de fazer: sair caminhando em direção a Trancoso – ainda mais depois que construíram uma estrada asfaltada muuiiitttoo chata e monótona.

São 12 km de caminhada percorridos em, no máximo, quatro horinhas. A areia não tão fofa propicia uma jornada confortável, mas antes de sair, é bom dar uma consultada na tábua de marés. Afinal, dois rios e dois trechos com pedras estarão no meio do caminho.

Quem está hospedado no centrinho de Arraial tem como primeira missão descer a ladeirona da Rua do Mucugê, que acaba servindo de aquecimento para a travessia.

A primeira meia hora de caminhada atravessa as praias do Mucugê e do Parracho, ladeada por coqueiros. Uma curva à direita e o cenário se modifica: você acaba de chegar na badalada Pitinga com as falésias ao fundo. A cada passo, elas vão se aproximando.

Pitinga Arraial Dajuda Flickr © Fornecido por Abril Comunicações S.A. Pitinga Arraial Dajuda Flickr

Depois de Pitinga, o número de pessoas cai vertiginosamente e aquela sensação de exclusividade bate forte. Próxima praia: Lagoa Azul. Se você imagina um cenário igual aquele filme da Brooke Shields, esqueça.

Na verdade, a praia deveria mudar de nome, o que restou da outrora linda lagoa foi um laguinho com lama. Porém, aqui pode-se fazer um desvio para subir uma falésia e mandar ver nas fotos do mar. Aproveite para tomar um banho de mar por aí.

Taípe é a praia mais longa da travessia e o trecho mais difícil. Ficam aí as duas paredes de pedra, em que, dependendo da maré, temos que subir alto para passar de lado.

Só uma vez que fiz essa travessia consegui me livrar e, quer saber, a diferença foi monumental. Taípe só não é deserta devido aos hóspedes do Club Med Trancoso (que na verdade fica em Arraial), localizado no alto da falésia.

Praia do Taípe, Arraial d'Ajuda, Bahia © Fornecido por Abril Comunicações S.A. Praia do Taípe, Arraial d'Ajuda, Bahia

Marcando a divisa entre Arraial e Trancoso e iniciando o trecho final, o Rio da Barra chega com tudo. É difícil resistir ao banho de água salobra. Lembra quando falei de consultar a tábua de marés? Aqui é o maior entrave, se o rio estiver muito agitado, meia volta volver!

Praia do Rio da Barra tem boa faixa de areia para caminhadas, mar calmo e paisagens que impressionam © Fornecido por Abril Comunicações S.A. Praia do Rio da Barra tem boa faixa de areia para caminhadas, mar calmo e paisagens que impressionam

Quem resiste ao banho no Rio da Barra?

Coqueiros voltam a substituir as falésias na última hora de caminhada, passando pelas praias dos Nativosdos Coqueiros, as mais centrais de Trancoso.

Aqui, duas opções: se estiver animadão – e a maré permitir – bota um peixinho para dentro do estômago em uma das barracas de praia e volte caminhando.

Ou então suba até o bucólico Quadrado, para curtir a vibe da vila e pegar um ônibus rumo a Arraial (em 40 minutos você chegará). Só assim para certificar-se que a estrada é muito chata e a caminhada foi uma opção acertada.

Este recurso não tem suporte na versão do seu navegador. Recomendamos atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer para usá-lo.

Mais de Viagem e Turismo

image beaconimage beaconimage beacon