Você está usando um navegador antigo. Por favor, utilize versão suportada para ter acesso às melhores funções do MSN.
A SEGUIR
Reforma trabalhista: a briga, agora, é entre Maia e Senado

“Não renunciarei”, diz Temer; veja resumo do pronunciamento

Evaristo SáPresidente Michel Temer faz pronunciamento após delação da JBSAFP1Em discurso às 16h de hoje, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), disse que ainda não teve acesso ao conteúdo da gravação feita pelo presidente do grupo JBS, Joesley Batista. Mesmo assim, negou pedido de manutenção de mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha para assegurar o silêncio dele e impedir delação premiada. Temer foi enfático ao afirmar – e repetir – que não vai deixar o cargo e que exige investigação irrestrita da gravação, classificada por ele como clandestina. Para o presidente, a divulgação do grampo coloca em risco as reformas propostas pelo governo.Arquivado em:Brasil
image beaconimage beaconimage beacon