Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Benfica, Porto, Sporting, Primeira Liga, Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo, Mourinho

“Mimados”, “ratos”, “ovelhas”, jogadores abandonados, nomeações ilegítimas: os fundamentos de Marta Soares para destituir Bruno

Logótipo de Tribuna Tribuna 13/06/2018 Pedro Candeias


Veja também: "Se houver eleições Bruno de Carvalho ganha"

A SEGUIR
A SEGUIR

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral emitiu um comunicado onde reforça a realização da Assembleia Geral de destituição de dia 23 de junho e anexa os fundamentos para a rescisão por justa causa do mandato de Bruno de Carvalho e dos restantes membros do Conselho Diretivo do Sporting. Leia os documentos aqui

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares, emitiu um comunicado (leia AQUI) onde reforça a realização da Assembleia Geral de destituição de dia 23 de junho e anexa os fundamentos para a revogação,por justa causa, do mandato de Bruno de Carvalho e dos restantes membros do Conselho Diretivo do Sporting.

Para o efeito, Jaime Marta Soares junta ao comunicado dois anexos, o primeiro dos quais elenca os acontecimentos que, no seu entender, justificam a destituição da atual direção. Neste, que tem nove páginas (leia AQUI) e muitos pontos e alíneas, o presidente da Mesa da Assembleia Geral descreve o que são, no seu entender, as falhas de Bruno de Carvalho nos comportamentos com a equipa senior de futebol masculino (1), órgãos sociais e terceiros (2), e ainda as violações da lei e dos estatudos do clube (3).

O texto recupera, por exemplo, o célebre post no Facebook após o jogo com o Atlético Madrid, a invasão dos adeptos a Alcochete que resultaram em agressões nos jogadores (1), e a troca de argumentos com jornalistas e comentadores (2) e a criação da Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral e a convocatória para a AG ordinária de 17 de junho (3), que a MAG considera "ilegal".

Tribuna: "Mimados", "ratos", "ovelhas", jogadores abandonados, nomeações ilegítimas: os fundamentos de Marta Soares para destituir Bruno © M\303\201RIO CRUZ "Mimados", "ratos", "ovelhas", jogadores abandonados, nomeações ilegítimas: os fundamentos de Marta Soares para destituir Bruno

Marta Soares recorda, profusamente, os termos usados por BdC contra os seus jogadores ("meninos mimados"), refere que o presidente não acompanhou os futebolistas à esquadra do Montijo na sequência dos incidentes na Academia por "achar mais importante ir a um jantar Stromp", e ainda reflecte sobre a ausência do mesmo na final da Taça de Portugal.

Por outro lado, também são reavivadas as expressões usadas contra os sócios e adeptos do Sporting que BdC apelidou de "sportingados", "ratos" e "ovelhas", assim como a troca de palavras com agentes da comunicação social e do mundo do futebol que enquadram uma "postura manifestamente agressiva". É aqui que entram "feitio de gaja", "piquinho a azedo" (usadas para descrever Rui Santos, comentador televisivo) ou "és um labrego" (para responder a António Salvador, presidente do Braga).

No segundo anexo, o presidente da Mesa da AG emite a convocatória para a AG de dia 23 de junho (leia AQUI).

AdChoices
AdChoices

Mais do Tribuna

image beaconimage beaconimage beacon