Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno Carvalho apanha meio ano e Carlos Pinho suspenso 20 meses

Logótipo de Jornal de Notícias Jornal de Notícias 16/08/2017

Os dirigentes e os respetivos clubes foram já notificados pelo CD da Federação. Os gabinetes jurídico Sporting e do Arouca ponderam recorrer das suspensões.

O "Caso do túnel" ocorreu a 6 novembro de 2016, após a vitória do Sporting sobre o Arouca, por 3-0, na décima jornada de 2016-17: Bruno de Carvalho e Carlos Pinho desentenderam-se no túnel de acesso aos balneários do Estádio de Alvalade.

A troca de acusações entre os dirigentes resultou em versões diferentes dos acontecimentos, o que gerou muita polémica na opinião pública. O Arouca acusou Bruno de Carvalho de cuspir na cara de Carlos Pinho.

Por sua vez, o Sporting acusou o presidente do Arouca de tentativa de agressão a Bruno de Carvalho e refutou as acusações de Carlos Pinho, defendendo que o líder leonino estava a fumar um cigarro eletrónico no momento de maior tensão entre os dois.

© Fornecido por Jornal de Notícias

AdChoices
AdChoices

Mais do Jornal de Notícias

image beaconimage beaconimage beacon