Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Carrillo já está em Londres. Negócio pode render mais de 20 milhões ao Benfica

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/08/2017 Rui Trombinhas

Equipa de Marco Silva garante o extremo por uma temporada, pagando cerca de 1 Meuro às águias

Agora já não há qualquer dúvida: o futuro imediato de Carrillo passa pelo Watford, clube que chegou a acordo com o Benfica para o empréstimo do extremo peruano por uma temporada. Cobiçado pela formação inglesa, como O JOGO deu conta, o Watford vai pagar cerca de um milhão de euros às águias, assumindo igualmente a totalidade do salário do jogador, uma verba de quatro milhões de euros brutos por época. Carrillo já está em Watford, a norte de Londres, para os testes médicos e no negócio, que será oficializado nas próximas horas, está incluída a opção de compra - caso seja acionada, o Benfica vai poder amealhar 20 milhões de euros.

Com pouco espaço no plantel das águias, que tem várias opções para as alas ofensivas, Carrillo vai reencontrar Marco Silva, com o qual trabalhou no Sporting em 2014/15. Aliás, essa foi a época de melhor rendimento de La Culebra. Em 46 jogos, o internacional peruano apontou sete golos e destacou-se com 18 assistências.

© Fornecido por O jogo

citacaoNa cedência está incluída a opção de compra do jogador num valor a rondar os 20 Meuro

A possibilidade de trabalhar com o treinador português - sem abordar o negócio, na semana passada, Marco Silva reconheceu que conhece bem Carrillo - agrada ao extremo, que procurará relançar a carreira em Inglaterra.

Ontem, antes de viajar para terras de Sua Majestade, Carrillo ainda treinou com os encarnados no Seixal. Recorde-se que, neste arranque de época, o extremo sofreu um traumatismo no joelho direito, mas debelou a lesão em pouco tempo, sendo depois preterido das últimas convocatórias (Chaves e Belenenses) por opção de Rui Vitória, um sinal de que não entraria nas contas para 2017/18.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon