Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória: "Os cavalos passam à porta de todos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/11/2017 Hugo Monteiro
Loulé 14/10/2017 - O Olhanense recebeu esta tarde o SL Benfica em jogo a contar para a 3º Eleminatória da Taça de Portugal 2017/2018 no Estádio Algarve.Gabriel Barbosa(Algarvephotopress / Global Imagens) © Algarvephotopress/Global Imagens Loulé 14/10/2017 - O Olhanense recebeu esta tarde o SL Benfica em jogo a contar para a 3º Eleminatória da Taça de Portugal 2017/2018 no Estádio Algarve.Gabriel Barbosa(Algarvephotopress / Global Imagens)

O treinador do Benfica pouco se importa com o valor de mercado dos atletas mas garante oportunidade a todos e que ambos estão convocados para a receção ao V. Setúbal

Gabriel Barbosa, emprestado pelo Inter, tem uma cláusula de compra cifrada em 25 milhões de euros enquanto Rafa custou cerca de 17 milhões de euros aos cofres da Luz, mas ambos estão sem jogar há vários jogos. Rui Vitória não quer saber de números, mas antes de rendimento. "As questões de aritmética não são comigo, nem é a minha principal preocupação. Temos um lote de jogadores de muita qualidade, todos trabalham bem, e muitas vezes o futebol são questões de oportunidade e de decisões minhas, dos treinadores. Mas os dois jogadores em questão estão convocados para amanhã, só não sei se vão jogar." E prossegui, sem cessar. "Agora devolvo a pergunta: imaginem que têm de escolher 11 para jogar de início e mais sete para o banco. Seguramente que vão deixar de fora atletas de muita qualidade. Portanto, escolhemos aqueles que consideramos estarem melhor para este jogo. E sabemos que ao longo do campeonato o cavalo vai passar à porta de todos. E uns não os conseguem montar, outras vezes são os treinadores que não gostam da forma como eles os montam. Portanto, logo se vê."

Em relação à receção ao Vitória de Setúbal, para a Taça de Portugal, antecipou uma boa eliminatória. "São dois clubes centenários, com história e tradição, é bom jogar em casa e defrontar um bom adversário, com qualidade e treinado por um técnico que põe as equipas a jogar bem. Nós, como eles, queremos passar, mas é evidente que temos uma vontade muito grande de jogar e ganhar."

O Benfica teve vários atletas nas respetiva seleções e todos se apresentaram no Seixal sem queixumes. "Chegaram todos bem, dentro do possível, uns com mais viagens nas pernas, outros com mais minutos de competição. Mas o lote que ficou aqui trabalhou muito bem e recebeu-os com alegria. A sensação que tenho é que existe união e alegria no trabalho."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon