Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Águas Santas corre para a final da Taça Challenge

Sportinveste 24/04/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Águas Santas corre para a final da Taça Challenge © Sportinveste Multimédia Águas Santas corre para a final da Taça Challenge

Nuno Roque acredita que a equipa pode dar a volta à desvantagem (29-21), na segunda mão das meias-finais com os sérvios do Metaloplastika Sabac.

O Águas Santas joga este sábado, 26 de abril, a segunda mão das meias-finais da Taça Challenge em andebol ainda com confiança em ultrapassar os sérvios do Metaloplastika Sabac.

Nuno Roque, melhor marcador da equipa maiata nesta competição, com 41 golos, explicou à agência Lusa que "todo o grupo está ciente de que a tarefa é difícil, mas não é impossível", mostrando-se confiante em que a equipa ultrapasse a desvantagem de 29-21 registada na primeira mão, na Sérvia.

"Vamos fazer tudo para conseguir chegar à final. A equipa está muito motivada e acreditamos que é possível", afirmou o jogador que já representou clubes como o Benfica, Sporting e Madeira SAD.

Nuno Roque não tem dificuldade em apontar o que falhou no jogo da primeira mão das meias-finais e garantiu que "os mesmos erros não vão ser cometidos desta vez". "Cometemos alguns erros ofensivos, e essas pequenas coisas foram decisivas. O nosso segredo para este segundo jogo vai ser na base da concentração. Concentração máxima é o que vamos apresentar", revelou ainda o central do Águas Santas.

Relativamente à equipa sérvia, Nuno Roque explicou que "o ponto forte está no sistema defensivo, uma vez que em Portugal não é utilizado, e o facto de serem fisicamente poderosos": "Praticam um andebol muito agressivo. Acho que aquilo já nem se pode chamar andebol. Vão até ao extremo. Mas nós vamos entrar sem receio, vamos pressionar muito. Essa vai ser a nossa principal arma".

Para alcançar a final da Taça Challenge, o Águas Santas precisa vencer o Metaloplastika Sabac por nove ou mais golos ou vencer por oito golos, mas, nesse caso, a equipa sérvia não pode marcar mais de 20, ou seja, não pode marcar tantos golos quanto a equipa portuguesa marcou no primeiro jogo.

O Metaloplastika Sabac foi bicampeão europeu, nas épocas de 84/85 e 85/86, e tem agora nas mãos a oportunidade alcançar mais uma final numa prova europeia, enquanto o Águas Santas quer fazer história alcançando a primeira final europeia da história do clube.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon