Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Árbitro de torneio recreativo morto por adeptos no norte de Moçambique

Logótipo de LusaLusa 24/08/2017 Paulo Machicane
ERIK S. LESSER/EPA © EPA / ERIK S. LESSER ERIK S. LESSER/EPA

Maputo, 24 ago (Lusa) - Um árbitro de um campeonato recreativo de futebol na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, foi morto por adeptos furiosos com a derrota da sua equipa, disse hoje à Lusa o diretor da Juventude e Desportos local.

Cláudio Sassita adiantou que o árbitro perdeu a vida no dia 17, depois de atacado à paulada por adeptos de uma equipa derrotada por 1-0, no distrito de Muidumbe, província de Cabo Delgado, a mais de dois mil quilómetros de Maputo.

"Os autores deste homicídio ainda não foram encontrados, estão a monte, mas a polícia está no seu encalço, porque o que fizeram é grave e não pode ficar sem castigo", afirmou Cláudio Sassita.

O jogo arbitrado pela vítima era parte de um torneio com partidas a eliminar, em que participam 32 equipas dos distritos de Muidumbe e Mueda, devendo o vencedor arrecadar um valor monetário de 75 mil meticais, acrescentou o diretor da Juventude e Desportos da Província de Cabo Delgado.

"Têm-se registado incidentes em jogos de futebol em Cabo Delgado, como noutras partes do país, mas sem grande importância. O que ocorreu em Muidumbe é uma situação inédita, nunca tinha havido morte num campo aqui na província", declarou Cláudio Sassita.

Sassita disse que a ocorrência do homicídio pode ter sido facilitada pelo facto de não haver polícia no local, o que aconteceu por o referido torneio não ser parte do calendário desportivo oficial na provincia.

"São jogos de aposta num sistema de bate-sai, que não são sequer comunicados às autoridades, faltando, por isso, proteção", explicou.

PMA // ANP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon