Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Árbitro Miguel Libório ficou com as orelhas a arder em Viseu

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/03/2017 João Cardoso

Carlos Pinto, treinador dos açorianos, Marco Louçano, dirigente, e Vítor Alves, lateral direito, foram multados e castigados por insultos ao juiz

© Tony Dias

O jogo entre Académico de Viseu e Santa Clara (2-1), da II Liga, resultou em mão pesada para com os açorianos por parte do Conselho de Disciplina da FPF. Carlos Pinto, treinador da equipa de São Miguel, foi multado em 357 euros mais 179 euros por se ter dirigido ao árbitro Miguel Libório dizendo: "Não vales nada, isto é uma vergonha", segundo relata o comunicado da Liga.

Já Marco Louçano, delegado do Santa Claro, foi castigado com 22 dias de suspensão e 1785 euros de coima por ter alegadamente insultado o trio de juizes. "Filhos da p..., não vales nada, foste encomendado, és uma m... Vai para o c...", relatou o relatório do juiz. Também Vítor Alves, que foi expulso no decorrer do encontro, não foi meigo nas palavras. "Filho da p... não vales mesmo nada", terá afirmado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon